Portal de Notícias e Web Rádio 

* Depois de ter encaminhado para a Agência de Aviação Civil (ANAC), por meio da Secretaria de Governo, um documento errado em resposta aos questionamentos feitos pela Agência, um erro que deu origem ao comunicado avisando que o aeroporto local será interditado a partir do dia 27 de julho, a Prefeitura agora corre atrás do prejuízo, na tentativa de reverter a decisão, fazendo a limpeza no local. Outro motivo que levou a interdição, foram as constantes invasões da pista por parte de moradores vizinhos ao aeroporto.

* Nos próximos dias a Secretaria de Defesa Social, responsável pela administração do aeroporto, deve protocolar o documento correto no sistema e endereçá-lo para a ANAC, assim como a resposta sobre o chamado PVCA, um plano exigido pela Agência e que faltou, por exemplo, no aeródromo onde ocorreu o acidente que resultou na morte da cantora Marília Mendonça.

* Além do protocolo no sistema, a secretaria vai despachar para Brasília o administrador do aeroporto, Felipe Fiamenghi, com objetivo de entregar pessoalmente toda documentação para que não ocorra uma nova falha de comunicação. Segundo acredita o titular da secretaria, Rafael Conde de Maria, existe sim, a possibilidade de a ANAC rever a decisão.

* A Prefeitura precisa, o mais rápido possível, providenciar uma operação para eliminar ratos e ratazanas que infestam a Praça Pedro Sanches e as margens do ribeirão, provocando mal-estar entre os frequentadores da praça, principalmente turistas que se assustam com os roedores, deixando a impressão de sujeira e desleixo por parte do poder público municipal. Neste final de semana, vídeos mostrando os roedores passeando de um lado para outro na praça foram postados nas redes sociais com críticas à administração.

* E não é só na praça, também no Parque José Afonso Junqueira, ratos e ratazanas passeiam por todo canto. Se faz necessária uma fiscalização rigorosa também nos trailers de lanches e a colocação de lixeiras com tampas para impedir a entrada dos indesejáveis visitantes. A Secretaria de Serviços Públicos, junto com o setor de Vigilância Sanitária precisa agir com urgência para afastar os roedores que estão criando um fato negativo para a cidade.

* Proprietários de estabelecimentos que comercializam roupas para o frio não tem do que se queixar, a julgar pelo movimento de turistas e até pelo público local nas suas lojas desde que a temperatura baixou de forma acentuada. A procura por agasalhos de inverno tem sido grande e até mesmo nas bancas da feira livre deste sábado o movimento teve uma frequência acima do normal.

* O comércio de bares, lanchonetes e restaurantes, assim e os hotéis também estão com bom movimento o que faz prever um faturamento razoável para amenizar o prejuízo causado pela pandemia nos dois últimos anos.

* O diário oficial do município já publicou o decreto assinado pelo prefeito Sérgio Azevedo, reajustando em 11,07, o valor do IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – referente ao ano de 2022, com base no valor do ano passado. A correção acompanha o índice da inflação registrado no período.