Portal de Notícias e Web Rádio 

* Soou estranho a não inclusão de um vereador da Rede na Comissão Parlamentar de Inquérito. Na segunda-feira, o vereador Tiago Braz encaminhou mensagem para alguns jornalistas informando que ele tinha sido o indicado pelo partido para fazer parte da CPI, mas segundo explicação, como nenhum dos seis nomes que pleiteavam a indicação cedeu, o presidente Marcelo Heitor decidiu fazer um sorteio e foi aí que a Rede deu azar e acabou ficando sem representação na CPI.

* O resultado do sorteio foi comemorado no andar de cima da casa amarela, isto porque, pela lógica, a situação vai contar com maioria na CPI o que pode facilitar em muitas questões, a defesa da administração. Os dois vereadores da Rede (Tiago Braz e Lucas Arruda), foram os dois vereadores que mais insistiram para a instalação da comissão que vai investigar possíveis irregularidades na secretaria de saúde.

* Foi publicada na edição de ontem, do diário oficial do município, a Tomada de Preços 007/11, da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Públicas, tendo como objeto a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de elaboração de projetos complementares de engenharia para execução do futuro prédio que vai abrigar o Centro Administrativo que será construído na área de estacionamento do terminal rodoviário intermunicipal.

* A venda das sacolinhas de plástico nos supermercados continua dando o que falar e provocando confusão nos caixas dos estabelecimentos. A esse respeito, o Procon Municipal e o Ministério Público já orientaram os responsáveis pelos supermercados que é sim, permitida a cobrança das sacolas de plástico, desde que elas não apresentem nenhuma identificação do supermercado ou rede, sob pena de ficar caracterizada a publicidade indireta. Também deve ser observado se o supermercado ou rede disponibiliza outro meio gratuito para que o consumidor transporte suas compras, sob pena de caracterizar venda casada.

* Nesta quarta-feira, às 14h, no Plenário, a Escola do Legislativo dará início à realização das oficinas preparatórias do Parlamento Jovem. Neste primeiro encontro, será discutido o processo de elaboração e redação de propostas sobre o tema do projeto este ano, que é Saúde Mental do Jovem. Nos dias 20 e 30 de maio, os alunos apresentarão um diagnóstico das demandas levantadas sobre o tema e, posteriormente, as propostas elaboradas.

* Foi aprovado pela Câmara o pedido de informações do vereador Wellington Paulista a respeito do Centro de Referência pós Covid-19. A vereadora Regina Cioffi disse que o número de pessoas com sequelas pós covid-19 preocupante. “Tenho recebido queixas e mais queixas de déficit respiratório, perda de memória, problemas de audição, de olfato, visão, queda de cabelo absurda. Quem corria, fazia esporte, não consegue mais por causa do déficit respiratório”, informou a vereadora.

* Pelas explicações dadas ontem aos vereadores pelo secretário da Fazenda, Alexandre Lino, a multa aplicada aos promotores do show da dupla sertaneja Jorge & Mateus, realizado em 2018, foi cancelada pelo então Secretário de Serviços Públicos, Paulo Cesar Silva, atendendo a um pedido da defesa dos organizadores do evento. O então Secretário de Governo, Celso Donato, não teve nenhuma participação no episódio, a não ser o pedido de ingressos de cortesia. À época, Paulinho Courominas respondia em caráter interino pela secretaria de serviços públicos.

* Pesquisa do Instituto Datatempo sobre a eleição para o governo de Minas indicou uma diferença significativa entre os votos dos eleitores do interior do Estado e os de Belo Horizonte e região metropolitana da capital. O governador Romeu Zema (Novo) vence em todas as regiões do Estado, com exceção da região metropolitana de BH, onde Kalil leva vantagem. Na capital e em cidades da Grande BH, Kalil aparece quase 14% acima de Romeu Zema, com 43,91% das intenções de voto a 30,38%. Carlos Viana segue em terceiro, com 4,96%.

* A pesquisa mostra que o governador Romeu Zema (Novo) venceria a disputa pelo governo de Minas em primeiro turno, caso a eleição acontecesse hoje. No levantamento estimulado, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores, o governador aparece com 43,5%, seguido pelo ex-prefeito de BH Alexandre Kalil (PSD), com 22,8% das intenções de voto. Na terceira colocação, aparece o senador Carlos Viana (PL), com 4,2%, seguido por Renata Regina (PCB), com 3,6%, e Miguel Corrêa (PDT), 2,1%. Não souberam ou não responderam 13,1% dos entrevistados e outros 10,6% afirmaram votar em branco ou nulo.