Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

* Números de ontem da pandemia em Poços. 6.323 casos positivos; 100% dos leitos para pacientes com Covid-19 ocupados, sendo 38 pacientes residentes em Poços (52,05%) e 35 pacientes de outras cidades (47,95%).  Em isolamento domiciliar 751. Óbitos: 172 de Poços e 122 de fora. Ontem pela primeira vez desde o início da pandemia, o número de pacientes residentes em Poços e internados em leitos de UTI somou mais que os pacientes de outras cidades.

* Pelo andar da carruagem, a crise nas finanças municipais deve se agravar ainda mais com a inclusão de Poços na onda roxa. Receitas próprias como o ISS (Imposto Sobre Serviços) e mesmo o IPTU devem sofrer nova queda, inviabilizando por mais um bom tempo a expectativa do prefeito que era a de colocar em dia a Certidão Negativa de Débitos (CND) no primeiro semestre deste seu segundo mandato. O cenário para os próximos meses com a continuidade da pandemia e sem socorro financeiro dos governos estadual e federal é dos mais difíceis e coloca em risco até mesmo o pagamento em dia da folha de pessoal.

* Aliás, a fisionomia do prefeito já não consegue mais disfarçar o seu cansaço e preocupação com o futuro da administração neste primeiro ano do segundo mandato. E quem conhece administração pública sabe que o primeiro ano é fundamental para o sucesso do governo. É quando todo o planejamento para os quatro anos do mandato é planejado com a elaboração de projetos e medidas que definem as ações para o resto do mandato. O segundo e terceiro são destinados a licitações e início das obras que devem ser inauguradas no último ano.

* Investir nos protocolos sanitários e não permitir aglomerações é a receita da CNC, a Confederação do Comércio, para conter o vírus sem fechar lojas e empregos, medida adotada pelo governo do Distrito Federal. O governador Ibanez Rocha foi primeiro a adotar isolamento social rígido no início da pandemia, mas esta semana acionou seu talento de advogado bem-sucedido para derrubar liminar que obrigava o DF a iniciar novo lockdown.

* Por falar nisso, na última sexta-feira, a vereadora Regina Cioffi reuniu alguns empresários e o prefeito Sérgio Azevedo para buscar uma solução que pudesse ao menos reduzir as restrições impostas ao comércio que está quebrando muita gente. O prefeito participou da reunião remota com muita boa vontade, mas não deu nenhum sinal de que a flexibilização possa acontecer antes do dia 11.

* Na noite de sábado, Jaqueline Carvalho, esposa do médico oncologista e ex-vereador Marcos Eduardo Andrade, postou em sua página na rede social Facebook, que o médico tinha acabado de se enfartar e que estava sendo tratado em hospital. “Peço aos pacientes, amigos e familiares que orem por ele”, solicitou. Candidato a deputado estadual pelo Podemos nas eleições de 2018, Marcos Eduardo obteve 32.008, mas não conseguiu se eleger.

* Lamentável a atitude de policiais militares que atendiam a uma ocorrência ontem à noite, próximo a Cascata das Antas, onde o corpo de um homem foi encontrado nas águas. O repórter Jadson, do Rota 21 fazia a cobertura quando foi detido por um sargento e impedido de fazer o seu trabalho. Um absurdo, atitude absurda e arbitrária de quem ainda não aprendeu a respeitar o trabalho da imprensa.