Portal de Notícias e Web Rádio 

Prefeito vai a BH em busca de recursos

Prefeito vai a BH em busca de recursos

Em uma semana marcada por importantes reuniões em Belo Horizonte, o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, acompanhado pelo secretário de Governo, Paulo Ney de Castro Júnior, e pelo secretário...

ler mais
GM recupera veículo furtado

GM recupera veículo furtado

Na manhã desta sexta-feira (23), uma ação conjunta da Defesa Social de Poços de Caldas, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM) e o Departamento Municipal de Trânsito, resultou na recuperação de um...

ler mais

Tarifa poderia ser de R$ 3,89

A tarifa do transporte coletivo em Poços, poderia ser de R$ 3,89 e não os atuais R$ 6,00. Isso é se todos os passageiros pagassem a tarifa, o que não ocorre, ou se houvesse esse custeio por parte do poder público (subsídio).

Em contato com a Floramar, tivemos acesso a alguns dados. Acompanhe o raciocínio:

Em 2023, o número total de passageiros transportados no transporte coletivo em Poços de Caldas foi de 11.229.289,0. (Bruto).

Porém, desse total, apenas 7.804,985.6 passageiros pagaram a tarifa (equivalentes pagantes).

Ou seja, 3.424.303,4 passageiros tiveram o benefício da gratuidade, do Bilhete Único, ou mesmo o desconto de 50%, no caso dos estudantes.

Em outras palavras, do total de passageiros transportados, 30,49% não pagaram a tarifa ou tiveram algum desconto.

Ou seja, de cada 10 passageiros transportados, 3 não pagam ou têm algum benefício.

Já passou da hora de mudar essa matemática para ter mais gente usando o transporte público com um valor mais baixo na tarifa. Concordam?

Pacientes acionam Comissão de Direitos Humanos para atendimento

Dois casos envolvendo à saúde chegaram à Comissão de Direitos da Câmara Municipal nesta semana, solicitando a interferência dos vereadores para que os procedimentos sejam realizados.

Em um deles, um aposentado informou que sua esposa, que sente muitas dores, aguarda há 4 anos por uma cirurgia e que foi informado que na Santa Casa não há previsão para que a paciente seja chamada pela falta de item utilizado para o procedimento que precisa ser adquirido pela secretaria de saúde.

Outro paciente está solicitando ajuda no encaminhamento para ressonância magnética de membro superior lateral unilateral, solicitado pelo seu médico, já que sente fortes dores constantemente que lhe prejudicam movimentos entre clavícula, ombro e braço e seus afazeres no emprego.

Reunião discute atendimento e possível omissão

Ainda na reunião da Comissão de Direitos Humanos foi discutida a questão das travestis agredidas por um grupo de homens na praça, no final do ano passado, e a maneira como foram tratadas pela possível omissão da Guarda Municipal e na forma de atendimento na UPA.

Representantes do Movimento Lgbti+ estiveram presentes, bem como os secretários Rafael Tadeu Conde Maria (Defesa Civil), Marcela Carvalho Messias (Promoção Social), Pelezinho (Esportes) e Gustavo Dutra (Cultura).

O vereador Tiago Braz destacou o trabalho de criação do Centro de Referência de atendimento. “Eu não vejo omissão nisso por parte da prefeitura e a prova disso está a criação da Rede de Atendimento”, elogiou.

Moradores em situação de rua

O vereador Tiago Braz ainda falou sobre a pessoa em situação de rua. “Valorizo muito ações como a de cuidado, de acolhimento e menciono o consultório de rua, que sempre defendo aqui e que deu de dar uma esfriada e foi potencializado novamente”, disse ainda que existem algumas vans novas funcionando na abordagem social, enquanto que o consultório de rua anda com um veículo “caindo aos pedaços”.

Para o vereador é preciso ter políticas de acolhimento e não de exclusão. “As vezes sou crítico em algumas situações porque é preciso levantar essas bandeiras e falar”, defendeu.

Ainda sobre moradores em situação de rua, o vereador teve aprovado na reunião ordinária da Câmara requerimento em que fez diversos questionamentos ao Executivo sobre a abordagem feitas pela Secretaria de Promoção Social em parceria com a Polícia Militar no início deste mês.

Ronda escolar é intensificada

Tendo como objetivo prevenir e coibir qualquer forma de violência no interior e nas proximidades das unidades escolares, a Secretaria de Defesa Social, através da Guarda Municipal intensificou as atividades da Ronda Escolar.

Além do trabalho direto de patrulhamento, as forças de segurança atuam conjuntamente no serviço de inteligência e monitoramento.

A intensificação do serviço de ronda ocorreu depois que a Prefeitura retirou os vigias diurnos das unidades escolares, como forma de contenção de despesa.

Com a falta de proteção, trabalhadores das unidades, como coordenadores e professores, e até mesmo pais de alunos se mostraram contrários à medida e passaram a cobrar providências do Executivo.

* Novos dados, do Censo 2022, divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram como é o acesso ao saneamento básico e à coleta de lixo nos municípios do Brasil. Poços de Caldas é realmente uma cidade privilegiada e seus moradores desfrutam de saneamento básico como poucas cidades no país. Vejam os números: 99,97 dos moradores possuem abastecimento de água tratada em suas residências; 99,42% dos moradores desfrutam de coleta e tratamento de esgoto; 99,99% das residências possuem banheiros e a coleta de lixo é feita em 99,64% da cidade. Poços de Caldas é realmente uma cidade diferenciada, um privilégio e um orgulho para todos os seus moradores que desfrutam desta invejável qualidade de vida.

* Prefeitos de cidades que estão sendo prejudicadas com a nova distribuição dos recursos provenientes do ICMS para a Educação, estão revoltados com o governador Romeu Zema. Isto porque ele prometeu apresentar uma proposta para rever os critérios do ICMS antes de audiência de conciliação agendada para a próxima sexta-feira (1º/3) no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Entretanto, a promessa, feita em reunião nesta sexta no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, desagradou os prefeitos que já esperavam uma solução. Até ontem, o prefeito Sérgio Azevedo não tinha se pronunciado sobre o assunto, embora Poços tenha perdido, apenas em janeiro R$ 1.569.865,00.

* Está agendada para o dia 5 de março, a já famosa caravana do concurso Comida Di Buteco que vai percorrer alguns dos estabelecimentos inscritos no concurso que este ano tem como responsável pela assessoria de imprensa o jornalista William de Oliveira. A concentração dos representantes dos veículos de comunicação será entre 18h30 até as 19 horas, atrás do Pálace Hotel, quando será iniciado o passeio com os jornalistas. Agradecemos o convite.

* Na opinião de um colega de imprensa, a possibilidade de o ex-secretário de serviços públicos Thiago Biagioni em disputar a chefia do executivo não é uma boa notícia para os inquilinos da casa amarela, isto porque qualquer que venha a ser a votação do ex-secretário, com certeza esses votos estariam destinados a chapa apoiada pelo grupo da situação.

* Embora o prefeito Sérgio Azevedo e o secretário de governo Paulo Ney, tenham se encontrado na Assembleia Legislativa com o deputado Cássio Soares, isto não significa que obrigatoriamente o PSD, legenda da qual o deputado é presidente em Minas, terá representante na chapa da situação que vai concorrer ao executivo. Pelo menos até agora, a sinalização é que o cabeça de chapa será mesmo Júlio de Freitas, do União Brasil, com Paulo Ney na vice, representando o PSDB do deputado Carlos Mosconi. Neste caso, o PSD entraria na coligação com a promessa de que o prefeito pode se filiar ao partido após a eleição municipal para em 2026 disputar vaga de deputado estadual ou federal.

* Pelo andar da carruagem, os vereadores Regina Cioffi (PP) e Marcelo Heitor (PL), devem disputar mais um mandato na Câmara Municipal e tudo indica que continuarão integrados ao grupo da situação, liderado pelo prefeito. A esperança de ambos é conseguirem a reeleição para quem sabe disputar depois eleição para a Assembleia Legislativa ou Câmara Federal em 2026. Lembrando que o prefeito Sérgio tem essa mesma pretensão. Só existe um probleminha, ninguém conseguirá se eleger com votos apenas de Poços e nenhum dos três é conhecido e tem votos em cidades da região.

* Ainda sobre as ações impetradas na justiça pela empresa Circullare. De 2002 a 2012, foram prefeitos, pela ordem Paulo Tadeu, Sebastião Navarro e Paulinho Courominas. Esta ação já foi julgada e a prefeitura condenada a pagar uma indenização de R$ 52 milhões para a empresa, por quebra de contrato. Uma outra ação, com o mesmo fundamento está em andamento e compreende o período de 2012 a 2019, nos governos dos prefeitos Eloisio Lourenço e Sérgio Azevedo. A chance de a empresa sair vitoriosa também nesta segunda ação, causando um prejuízo de R$ 100 milhões aos cofres municipais é real. Se os prefeitos que deixaram de cumprir cláusula contratual que obrigava o realinhamento no preço da tarifa cobrada no transporte coletivo, fossem responsabilizados pelo erro, cada um deles teria que reembolsar o Município em pelo menos R$ 20 milhões. Como isso não vai acontecer, a conta será paga pelos contribuintes.

* Como o governador Romeu Zema está em baixa e o seu partido, o Novo, praticamente desapareceu em Poços, é bem provável que o vereador Kleber Silva, que se elegeu pela legenda, aproveite o período da janela partidária e abandone o Novo, tentando se reeleger para um segundo mandato por outra legenda. Este pelo menos é o comentário pelos corredores do legislativo.

Tarifa poderia ser de R$ 3,89

A tarifa do transporte coletivo em Poços, poderia ser de R$ 3,89 e não os atuais R$ 6,00. Isso é se todos os passageiros pagassem a tarifa, o que não ocorre, ou se houvesse esse custeio por parte do poder público (subsídio).

Em contato com a Floramar, tivemos acesso a alguns dados. Acompanhe o raciocínio:

Em 2023, o número total de passageiros transportados no transporte coletivo em Poços de Caldas foi de 11.229.289,0. (Bruto).

Porém, desse total, apenas 7.804,985.6 passageiros pagaram a tarifa (equivalentes pagantes).

Ou seja, 3.424.303,4 passageiros tiveram o benefício da gratuidade, do Bilhete Único, ou mesmo o desconto de 50%, no caso dos estudantes.

Em outras palavras, do total de passageiros transportados, 30,49% não pagaram a tarifa ou tiveram algum desconto.

Ou seja, de cada 10 passageiros transportados, 3 não pagam ou têm algum benefício.

Já passou da hora de mudar essa matemática para ter mais gente usando o transporte público com um valor mais baixo na tarifa. Concordam?

Pacientes acionam Comissão de Direitos Humanos para atendimento

Dois casos envolvendo à saúde chegaram à Comissão de Direitos da Câmara Municipal nesta semana, solicitando a interferência dos vereadores para que os procedimentos sejam realizados.

Em um deles, um aposentado informou que sua esposa, que sente muitas dores, aguarda há 4 anos por uma cirurgia e que foi informado que na Santa Casa não há previsão para que a paciente seja chamada pela falta de item utilizado para o procedimento que precisa ser adquirido pela secretaria de saúde.

Outro paciente está solicitando ajuda no encaminhamento para ressonância magnética de membro superior lateral unilateral, solicitado pelo seu médico, já que sente fortes dores constantemente que lhe prejudicam movimentos entre clavícula, ombro e braço e seus afazeres no emprego.

Reunião discute atendimento e possível omissão

Ainda na reunião da Comissão de Direitos Humanos foi discutida a questão das travestis agredidas por um grupo de homens na praça, no final do ano passado, e a maneira como foram tratadas pela possível omissão da Guarda Municipal e na forma de atendimento na UPA.

Representantes do Movimento Lgbti+ estiveram presentes, bem como os secretários Rafael Tadeu Conde Maria (Defesa Civil), Marcela Carvalho Messias (Promoção Social), Pelezinho (Esportes) e Gustavo Dutra (Cultura).

O vereador Tiago Braz destacou o trabalho de criação do Centro de Referência de atendimento. “Eu não vejo omissão nisso por parte da prefeitura e a prova disso está a criação da Rede de Atendimento”, elogiou.

Moradores em situação de rua

O vereador Tiago Braz ainda falou sobre a pessoa em situação de rua. “Valorizo muito ações como a de cuidado, de acolhimento e menciono o consultório de rua, que sempre defendo aqui e que deu de dar uma esfriada e foi potencializado novamente”, disse ainda que existem algumas vans novas funcionando na abordagem social, enquanto que o consultório de rua anda com um veículo “caindo aos pedaços”.

Para o vereador é preciso ter políticas de acolhimento e não de exclusão. “As vezes sou crítico em algumas situações porque é preciso levantar essas bandeiras e falar”, defendeu.

Ainda sobre moradores em situação de rua, o vereador teve aprovado na reunião ordinária da Câmara requerimento em que fez diversos questionamentos ao Executivo sobre a abordagem feitas pela Secretaria de Promoção Social em parceria com a Polícia Militar no início deste mês.

Ronda escolar é intensificada

Tendo como objetivo prevenir e coibir qualquer forma de violência no interior e nas proximidades das unidades escolares, a Secretaria de Defesa Social, através da Guarda Municipal intensificou as atividades da Ronda Escolar.

Além do trabalho direto de patrulhamento, as forças de segurança atuam conjuntamente no serviço de inteligência e monitoramento.

A intensificação do serviço de ronda ocorreu depois que a Prefeitura retirou os vigias diurnos das unidades escolares, como forma de contenção de despesa.

Com a falta de proteção, trabalhadores das unidades, como coordenadores e professores, e até mesmo pais de alunos se mostraram contrários à medida e passaram a cobrar providências do Executivo.

* Novos dados, do Censo 2022, divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram como é o acesso ao saneamento básico e à coleta de lixo nos municípios do Brasil. Poços de Caldas é realmente uma cidade privilegiada e seus moradores desfrutam de saneamento básico como poucas cidades no país. Vejam os números: 99,97 dos moradores possuem abastecimento de água tratada em suas residências; 99,42% dos moradores desfrutam de coleta e tratamento de esgoto; 99,99% das residências possuem banheiros e a coleta de lixo é feita em 99,64% da cidade. Poços de Caldas é realmente uma cidade diferenciada, um privilégio e um orgulho para todos os seus moradores que desfrutam desta invejável qualidade de vida.

* Prefeitos de cidades que estão sendo prejudicadas com a nova distribuição dos recursos provenientes do ICMS para a Educação, estão revoltados com o governador Romeu Zema. Isto porque ele prometeu apresentar uma proposta para rever os critérios do ICMS antes de audiência de conciliação agendada para a próxima sexta-feira (1º/3) no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Entretanto, a promessa, feita em reunião nesta sexta no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, desagradou os prefeitos que já esperavam uma solução. Até ontem, o prefeito Sérgio Azevedo não tinha se pronunciado sobre o assunto, embora Poços tenha perdido, apenas em janeiro R$ 1.569.865,00.

* Está agendada para o dia 5 de março, a já famosa caravana do concurso Comida Di Buteco que vai percorrer alguns dos estabelecimentos inscritos no concurso que este ano tem como responsável pela assessoria de imprensa o jornalista William de Oliveira. A concentração dos representantes dos veículos de comunicação será entre 18h30 até as 19 horas, atrás do Pálace Hotel, quando será iniciado o passeio com os jornalistas. Agradecemos o convite.

* Na opinião de um colega de imprensa, a possibilidade de o ex-secretário de serviços públicos Thiago Biagioni em disputar a chefia do executivo não é uma boa notícia para os inquilinos da casa amarela, isto porque qualquer que venha a ser a votação do ex-secretário, com certeza esses votos estariam destinados a chapa apoiada pelo grupo da situação.

* Embora o prefeito Sérgio Azevedo e o secretário de governo Paulo Ney, tenham se encontrado na Assembleia Legislativa com o deputado Cássio Soares, isto não significa que obrigatoriamente o PSD, legenda da qual o deputado é presidente em Minas, terá representante na chapa da situação que vai concorrer ao executivo. Pelo menos até agora, a sinalização é que o cabeça de chapa será mesmo Júlio de Freitas, do União Brasil, com Paulo Ney na vice, representando o PSDB do deputado Carlos Mosconi. Neste caso, o PSD entraria na coligação com a promessa de que o prefeito pode se filiar ao partido após a eleição municipal para em 2026 disputar vaga de deputado estadual ou federal.

* Pelo andar da carruagem, os vereadores Regina Cioffi (PP) e Marcelo Heitor (PL), devem disputar mais um mandato na Câmara Municipal e tudo indica que continuarão integrados ao grupo da situação, liderado pelo prefeito. A esperança de ambos é conseguirem a reeleição para quem sabe disputar depois eleição para a Assembleia Legislativa ou Câmara Federal em 2026. Lembrando que o prefeito Sérgio tem essa mesma pretensão. Só existe um probleminha, ninguém conseguirá se eleger com votos apenas de Poços e nenhum dos três é conhecido e tem votos em cidades da região.

* Ainda sobre as ações impetradas na justiça pela empresa Circullare. De 2002 a 2012, foram prefeitos, pela ordem Paulo Tadeu, Sebastião Navarro e Paulinho Courominas. Esta ação já foi julgada e a prefeitura condenada a pagar uma indenização de R$ 52 milhões para a empresa, por quebra de contrato. Uma outra ação, com o mesmo fundamento está em andamento e compreende o período de 2012 a 2019, nos governos dos prefeitos Eloisio Lourenço e Sérgio Azevedo. A chance de a empresa sair vitoriosa também nesta segunda ação, causando um prejuízo de R$ 100 milhões aos cofres municipais é real. Se os prefeitos que deixaram de cumprir cláusula contratual que obrigava o realinhamento no preço da tarifa cobrada no transporte coletivo, fossem responsabilizados pelo erro, cada um deles teria que reembolsar o Município em pelo menos R$ 20 milhões. Como isso não vai acontecer, a conta será paga pelos contribuintes.

* Como o governador Romeu Zema está em baixa e o seu partido, o Novo, praticamente desapareceu em Poços, é bem provável que o vereador Kleber Silva, que se elegeu pela legenda, aproveite o período da janela partidária e abandone o Novo, tentando se reeleger para um segundo mandato por outra legenda. Este pelo menos é o comentário pelos corredores do legislativo.

Prefeito vai a BH em busca de recursos

Prefeito vai a BH em busca de recursos

Em uma semana marcada por importantes reuniões em Belo Horizonte, o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, acompanhado pelo secretário de Governo, Paulo Ney de Castro Júnior, e pelo secretário...

ler mais
GM recupera veículo furtado

GM recupera veículo furtado

Na manhã desta sexta-feira (23), uma ação conjunta da Defesa Social de Poços de Caldas, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM) e o Departamento Municipal de Trânsito, resultou na recuperação de um...

ler mais