Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Desativação de leitos

Ontem o secretário de saúde, Carlos Mosconi, confirmou ter recebido, no início do mês de janeiro, uma resolução do Ministério da Saúde determinando a desativação das UTIs  para pacientes com Covid.

“Eu, imediatamente, fiz um ofício ao Ministério da Saúde e a para a Secretaria de Estado da Saúde solicitando a prorrogação desses leitos. Acho que pelo fato de ter sido reduzido o número de pacientes, foi tomada a decisão, mas agora começou a aumentar de novo”, afirmou o secretário.

Segundo Mosconi, ainda que a letalidade seja baixa, o que se tem visto é alguns pacientes começando a ocupar leitos de UTI, principalmente aqueles com alguma comorbidade e sem a vacinação completa.

“Vale a pena a gente prorrogar um pouco isso para que não se corra o risco de não se ter onde colocar os pacientes”, alertou.

O secretário disse que já conversou com todos os hospitais credenciados de Poços explicando ter feito essa solicitação, para que possam agir de comum acordo para evitar a falta de leitos.

“Eu não tive resposta ainda, mas penso que diante do que está acontecendo no Brasil, com as capitais com leitos sendo ocupados em quase 100%, o Ministério deve tomar uma iniciativa de âmbito nacional no sentido de que os leitos não sejam novamente ativados”, disse.

Apoios importantes

O pré-candidato a deputado federal, Celso Donato, afirmou em entrevista nesta semana, no Virando TV, que como as últimas duas eleições que Carlos Mosconi disputou foram para federal, os apoios e amigos do ex-deputado na região assumiram compromissos com outros deputados estaduais e estão órfãos de federal.

“Sabemos que os votos de Poços são fundamentais para nossa eleição, mas temos que trabalhar muito para uma boa votação também na região”, reconheceu Donato, para quem sua candidatura se torna viável porque terá apoio em cidades da região não só do ex-deputado Carlos Mosconi, mas também do ex-deputado Geraldo Thadeu.

Análise da água

Visto os últimos acontecimentos nas barragens que se romperam em Minas Gerais por causa das fortes chuvas, causando danos às famílias e deixando muitos desabrigados, o vereador Douglas Dofu encaminhou ofício à Superintendência Regional do Meio Ambiente pedindo a análise das águas do Ribeirão das Antas, cuja nascente está a jusante das Bacias de Águas Claras e do Ribeirão do Soberbo,que estão próximos da Bacia de rejeitos, ambas na INB de Caldas.

“Queremos prevenir danos e emergências ambientais,pois um vazamento de água contaminada por rejeitos radioativos,metais e outros elementos químicos, que podem prejudicar o meio ambiente e a saúde da população que vive próxima aos ribeirões”, justificou o vereador.

* O estrago provocado pelo comportamento do prefeito Sérgio Azevedo a entrevista para o podcast do site Rota 21, quando discutiu com o entrevistador Jaderson, foi maior do que se podia imaginar. As redes sociais, tão utilizadas pelo próprio prefeito que adora gravar vídeos com ações do seu governo e se vangloria de ter mais de 100 mil seguidores, desta vez funcionaram contra o alcaide.

* Ontem, o assunto não só nas redes sociais, mas também nos cafés do centro e até entre os servidores foi o bate-bôca, quando o prefeito se portou de maneira pouco inteligente, respondendo as provocações feitas pelo entrevistador e com isso passando uma imagem de prepotência e arrogância. Para colaborar, um comentário do repórter Silas Lafaiete, criticando a postura do chefe do executivo acabou viralizando, numa mostra que boa parte daqueles que tiveram acesso a informação endossaram as críticas feitas contra a atitude do chefe do executivo,

* A grosseria e até mesmo falta de respeito e educação do entrevistador para com a principal autoridade do município também não passou em branco. Não foram poucos os comentários criticando seu comportamento e segundo consta, já resultou em prejuízo para o programa. Seu colega, Mateus Luiz, em represália a atitude do colega, disse que não participará mais do programa.

* Para engrossar as críticas ao prefeito Sérgio Azevedo, circulou nas redes sociais ontem, cópia de uma nota de empenho datada do dia 30/12/2021, com o pagamento de  R$ 115.291,44 feito ao prefeito municipal, referente a 4 salários relativos ao 13º acumulados no mandato anterior, que somado aos R$ 91.351,56 recebidos no mesmo mês referentes a férias não gozadas somam um total de R$ 206.743,00. Com mais o salário do mês, a conta bancária do chefe engordou R$ 236.743,00 no último mês do seu primeiro mandato. Vale ressaltar que não existe nenhuma ilegalidade nos pagamentos, foram feitos, todos eles, dentro da lei.

* Qualquer pessoa que propague fake News não merece respeito. Pior ainda quando as notícias falsas têm como autor um dos vereadores com assento em nossa Câmara Municipal. Carapuça para quem servir.

* Dirigentes do Banco Itaú, agência da rua Prefeito Chagas, na esquina com a Praça Imperial estão sendo elogiados porque depois de algum tempo e muitas reclamações, decidiram recompor a calçada ao redor da agência, assentando os ladrilhos que estavam faltando e substituindo aqueles que estavam quebrados. Como lembra o advogado, ex-assessor jurídico da Prefeitura e da Câmara Municipal, manter as calçadas em boas condições é uma obrigação do proprietário do imóvel, como disposto no Código de Posturas do Município.

* Na viagem que fez a Brasília este ano, (uma das poucas vezes em que esteve na capital federal), acompanhado pelo secretário de governo Celso Donato, o prefeito de Sérgio Azevedo, foi muito bem recebido pelo diretor de gabinete da Presidência do Senado Federal, ex-deputado Alexandre Silveira, que também preside o PSD em Minas Gerais. Como primeiro suplente do senador Antonio Anastasia, Alexandre está assumindo seu lugar no Senado, e até ontem, estava cotado para ser o líder da bancada que dá sustentação ao presidente Jair Bolsonaro no Senado.

* Foi durante a visita dos representantes de Poços, que Silveira fez um convite para que Celso Donato se filie no PSD para disputar vaga na Câmara Federal, convite que ainda não recebeu um não por parte do secretário de governo.A visita da dupla representando Poços foi importante e serviu, acima de tudo, para abrir diálogo e estreitar relacionamento com quem hoje tem muito poder junto ao governo federal.

* Já que a situação de momento é esta, não estaria na hora de o prefeito voltar a Brasília, para reivindicar ajuda do agora senador Alexandre Silveira, na liberação de recursos para a execução de obras importantes no município, a começar pela via estrutural ligando a zona oeste a Rodovia do Contorno? E até mesmo a transferência para o município do antigo leito da ferrovia desde a estação central até pelo menos o bairro Maria Imaculada para abertura de uma via que iria aliviar o intenso tráfego na Av. João Pinheiro, sentido bairro-centro?

* Pode até ser que não, mas, pelo andar da carruagem, acabou a lua de mel entre o governo municipal e representantes do partido Novo que tem como pré-candidato a deputado federal André Vilas Boas que vai bater chapa com o também candidato Celso Donato. A partir de agora o que vale é a disputa por votos, e o vereador Kleber Silva, pela postagem de ontem na sua página do facebook já deixou claro de que lado vai atuar.

* O mesmo comportamento deve se esperar da vereadora Regina Cioffi (PP), que já definiu que será mesmo candidata a uma vaga na Assembleia Legislativa, com ou sem apoio do grupo que comanda o executivo, posição que deve ser adotada também pelo seu colega de Câmara, Marcelo Heitor, do PSC.

* Resumo da ópera. A oposição, que já conta com três vereadores Diney Lennon (PP), Tiago Braz e Lucas Arruda (Rede) pode receber o reforço dos vereadores Regina Cioffi (PP), Marcelo Heitor (PSC), Kleber Silva (Novo) e Silvio Assis (MDB), além de Roberto Santos, do Republicanos, que será devidamente enquadrado pela direção da legenda, segundo disse o presidente do Republicanos, Demilton Vacarelli.

* Junte-se a isso o comportamento do vereador do Democratas, Douglas Dofu, que pelo visto, já não reza com tanta fé na cartilha do executivo, prova disso é que votou contra o projeto de lei que concedia subsídio ao transporte público.

* Moradores da rua Ipê, no condomínio Pitangueiras, agora estão felizes e agradecidos pelo atendimento ao corte de árvores mortas que apresentavam perigo aos moradores. Aproveitam para agradecer e cumprimentar o secretário de serviços públicos Antonio Donizete Albino, por ter sido atencioso, convencendo o setor de meio ambiente sobre a necessidade do serviço.

* Até agora não se tem notícia de que nenhum dos secretários, vereadores da base, ou mesmo o vice-prefeito tenham saído em defesa do prefeito Sérgio Azevedo para defende-lo das críticas que vem sofrendo pelo seu comportamento durante a polêmica entrevista do Rota 21. Nos bastidores do legislativo, vereadores da própria bancada da situação não pouparam críticas ao chefe do executivo por ter entrado no jogo do apresentador.

 

* Um trecho da entrevista do prefeito Sérgio Azevedo pelo menos fez sucesso entre os servidores municipais. Onde ele afirma que continuará prestigiando os servidores e repassando o índice da inflação aos seus colegas de trabalho, que segundo ele, o ajudam a governar.

 

Tristes tempos!

 

Paulo Tadeu D’arcádia (ex-prefeito e vereador) 

 

Tomei conhecimento de entrevista do Prefeito Municipal, por áudios enviados por amigos. Confesso minha perplexidade com sua evolução crítica – a arrogância, a mitomania e a ignorância rasa.

Disse que é um prefeito barato. Dependendo da interpretação do verbete, concordo.  Disse que é o prefeito mais eficiente do Brasil. Isso mesmo, ele se acha o prefeito mais eficiente do Brasil!!! Afirmou que dobrou a receita da prefeitura em seu mandato. Não é verdade, a receita bruta da prefeitura cresceu de 2016 a 2020 apenas 27% (de 543 milhões para 689 milhões), CRESCIMENTO REAL DE 10%. A eficiência é tamanha que de 2016 a 2020, a dívida líquida do Município cresceu 67,6%; “restos a pagar” (dívida de curto prazo) cresceu 225%, isso mesmo, 225%! Somente “gastos com pessoal” subiu 52,2%.

Os investimentos, medida ideal para aferir eficiência caiu de 21 milhões para 8,5 milhões, ridículo índice de 1,2% de toda a receita. A meta de arrecadação de 2016 ficou 500 mil abaixo do previsto, já em 2020, 103 milhões, gigantesca demonstração de descontrole orçamentário da ordem de 20.500%! O “prefeito mais eficiente do Brasil”, segundo o próprio, bateu o “record” de inadimplência com a União, ficando mais da metade de seu primeiro mandato sem Certidão Negativa de Débito.

Outra demonstração de sua decantada eficiência é o gasto com conservação de patrimônio que caiu pela metade durante o período, mesma queda referente à incorporação de bens patrimoniais. No auge da pandemia, o “prefeito mais eficiente do Brasil”, segundo o próprio, conseguiu a façanha de distribuir uma média de 700 cestas básicas mensais às famílias dos milhares de estudantes carentes da rede municipal, revelando sua frieza e crueldade diante da fome. Não conhece a Constituição do Estado, que prevê perda de mandato para governador que ocupar outro cargo na administração direta ou indireta.

Disse que como engenheiro da prefeitura e serviços particulares (os manjados “particula”), ganhava mais que como prefeito. Não deve ser verdade, porque como engenheiro público e “particula” chegou a assinar uma declaração de hipossuficiência econômica (atestado de pobreza) em processo trabalhista, ou seja, não tinha dinheiro para pagar custas judiciais. Tristes tempos!

Desativação de leitos

Ontem o secretário de saúde, Carlos Mosconi, confirmou ter recebido, no início do mês de janeiro, uma resolução do Ministério da Saúde determinando a desativação das UTIs  para pacientes com Covid.

“Eu, imediatamente, fiz um ofício ao Ministério da Saúde e a para a Secretaria de Estado da Saúde solicitando a prorrogação desses leitos. Acho que pelo fato de ter sido reduzido o número de pacientes, foi tomada a decisão, mas agora começou a aumentar de novo”, afirmou o secretário.

Segundo Mosconi, ainda que a letalidade seja baixa, o que se tem visto é alguns pacientes começando a ocupar leitos de UTI, principalmente aqueles com alguma comorbidade e sem a vacinação completa.

“Vale a pena a gente prorrogar um pouco isso para que não se corra o risco de não se ter onde colocar os pacientes”, alertou.

O secretário disse que já conversou com todos os hospitais credenciados de Poços explicando ter feito essa solicitação, para que possam agir de comum acordo para evitar a falta de leitos.

“Eu não tive resposta ainda, mas penso que diante do que está acontecendo no Brasil, com as capitais com leitos sendo ocupados em quase 100%, o Ministério deve tomar uma iniciativa de âmbito nacional no sentido de que os leitos não sejam novamente ativados”, disse.

Apoios importantes

O pré-candidato a deputado federal, Celso Donato, afirmou em entrevista nesta semana, no Virando TV, que como as últimas duas eleições que Carlos Mosconi disputou foram para federal, os apoios e amigos do ex-deputado na região assumiram compromissos com outros deputados estaduais e estão órfãos de federal.

“Sabemos que os votos de Poços são fundamentais para nossa eleição, mas temos que trabalhar muito para uma boa votação também na região”, reconheceu Donato, para quem sua candidatura se torna viável porque terá apoio em cidades da região não só do ex-deputado Carlos Mosconi, mas também do ex-deputado Geraldo Thadeu.

Análise da água

Visto os últimos acontecimentos nas barragens que se romperam em Minas Gerais por causa das fortes chuvas, causando danos às famílias e deixando muitos desabrigados, o vereador Douglas Dofu encaminhou ofício à Superintendência Regional do Meio Ambiente pedindo a análise das águas do Ribeirão das Antas, cuja nascente está a jusante das Bacias de Águas Claras e do Ribeirão do Soberbo,que estão próximos da Bacia de rejeitos, ambas na INB de Caldas.

“Queremos prevenir danos e emergências ambientais,pois um vazamento de água contaminada por rejeitos radioativos,metais e outros elementos químicos, que podem prejudicar o meio ambiente e a saúde da população que vive próxima aos ribeirões”, justificou o vereador.

* O estrago provocado pelo comportamento do prefeito Sérgio Azevedo a entrevista para o podcast do site Rota 21, quando discutiu com o entrevistador Jaderson, foi maior do que se podia imaginar. As redes sociais, tão utilizadas pelo próprio prefeito que adora gravar vídeos com ações do seu governo e se vangloria de ter mais de 100 mil seguidores, desta vez funcionaram contra o alcaide.

* Ontem, o assunto não só nas redes sociais, mas também nos cafés do centro e até entre os servidores foi o bate-bôca, quando o prefeito se portou de maneira pouco inteligente, respondendo as provocações feitas pelo entrevistador e com isso passando uma imagem de prepotência e arrogância. Para colaborar, um comentário do repórter Silas Lafaiete, criticando a postura do chefe do executivo acabou viralizando, numa mostra que boa parte daqueles que tiveram acesso a informação endossaram as críticas feitas contra a atitude do chefe do executivo,

* A grosseria e até mesmo falta de respeito e educação do entrevistador para com a principal autoridade do município também não passou em branco. Não foram poucos os comentários criticando seu comportamento e segundo consta, já resultou em prejuízo para o programa. Seu colega, Mateus Luiz, em represália a atitude do colega, disse que não participará mais do programa.

* Para engrossar as críticas ao prefeito Sérgio Azevedo, circulou nas redes sociais ontem, cópia de uma nota de empenho datada do dia 30/12/2021, com o pagamento de  R$ 115.291,44 feito ao prefeito municipal, referente a 4 salários relativos ao 13º acumulados no mandato anterior, que somado aos R$ 91.351,56 recebidos no mesmo mês referentes a férias não gozadas somam um total de R$ 206.743,00. Com mais o salário do mês, a conta bancária do chefe engordou R$ 236.743,00 no último mês do seu primeiro mandato. Vale ressaltar que não existe nenhuma ilegalidade nos pagamentos, foram feitos, todos eles, dentro da lei.

* Qualquer pessoa que propague fake News não merece respeito. Pior ainda quando as notícias falsas têm como autor um dos vereadores com assento em nossa Câmara Municipal. Carapuça para quem servir.

* Dirigentes do Banco Itaú, agência da rua Prefeito Chagas, na esquina com a Praça Imperial estão sendo elogiados porque depois de algum tempo e muitas reclamações, decidiram recompor a calçada ao redor da agência, assentando os ladrilhos que estavam faltando e substituindo aqueles que estavam quebrados. Como lembra o advogado, ex-assessor jurídico da Prefeitura e da Câmara Municipal, manter as calçadas em boas condições é uma obrigação do proprietário do imóvel, como disposto no Código de Posturas do Município.

* Na viagem que fez a Brasília este ano, (uma das poucas vezes em que esteve na capital federal), acompanhado pelo secretário de governo Celso Donato, o prefeito de Sérgio Azevedo, foi muito bem recebido pelo diretor de gabinete da Presidência do Senado Federal, ex-deputado Alexandre Silveira, que também preside o PSD em Minas Gerais. Como primeiro suplente do senador Antonio Anastasia, Alexandre está assumindo seu lugar no Senado, e até ontem, estava cotado para ser o líder da bancada que dá sustentação ao presidente Jair Bolsonaro no Senado.

* Foi durante a visita dos representantes de Poços, que Silveira fez um convite para que Celso Donato se filie no PSD para disputar vaga na Câmara Federal, convite que ainda não recebeu um não por parte do secretário de governo.A visita da dupla representando Poços foi importante e serviu, acima de tudo, para abrir diálogo e estreitar relacionamento com quem hoje tem muito poder junto ao governo federal.

* Já que a situação de momento é esta, não estaria na hora de o prefeito voltar a Brasília, para reivindicar ajuda do agora senador Alexandre Silveira, na liberação de recursos para a execução de obras importantes no município, a começar pela via estrutural ligando a zona oeste a Rodovia do Contorno? E até mesmo a transferência para o município do antigo leito da ferrovia desde a estação central até pelo menos o bairro Maria Imaculada para abertura de uma via que iria aliviar o intenso tráfego na Av. João Pinheiro, sentido bairro-centro?

* Pode até ser que não, mas, pelo andar da carruagem, acabou a lua de mel entre o governo municipal e representantes do partido Novo que tem como pré-candidato a deputado federal André Vilas Boas que vai bater chapa com o também candidato Celso Donato. A partir de agora o que vale é a disputa por votos, e o vereador Kleber Silva, pela postagem de ontem na sua página do facebook já deixou claro de que lado vai atuar.

* O mesmo comportamento deve se esperar da vereadora Regina Cioffi (PP), que já definiu que será mesmo candidata a uma vaga na Assembleia Legislativa, com ou sem apoio do grupo que comanda o executivo, posição que deve ser adotada também pelo seu colega de Câmara, Marcelo Heitor, do PSC.

* Resumo da ópera. A oposição, que já conta com três vereadores Diney Lennon (PP), Tiago Braz e Lucas Arruda (Rede) pode receber o reforço dos vereadores Regina Cioffi (PP), Marcelo Heitor (PSC), Kleber Silva (Novo) e Silvio Assis (MDB), além de Roberto Santos, do Republicanos, que será devidamente enquadrado pela direção da legenda, segundo disse o presidente do Republicanos, Demilton Vacarelli.

* Junte-se a isso o comportamento do vereador do Democratas, Douglas Dofu, que pelo visto, já não reza com tanta fé na cartilha do executivo, prova disso é que votou contra o projeto de lei que concedia subsídio ao transporte público.

* Moradores da rua Ipê, no condomínio Pitangueiras, agora estão felizes e agradecidos pelo atendimento ao corte de árvores mortas que apresentavam perigo aos moradores. Aproveitam para agradecer e cumprimentar o secretário de serviços públicos Antonio Donizete Albino, por ter sido atencioso, convencendo o setor de meio ambiente sobre a necessidade do serviço.

* Até agora não se tem notícia de que nenhum dos secretários, vereadores da base, ou mesmo o vice-prefeito tenham saído em defesa do prefeito Sérgio Azevedo para defende-lo das críticas que vem sofrendo pelo seu comportamento durante a polêmica entrevista do Rota 21. Nos bastidores do legislativo, vereadores da própria bancada da situação não pouparam críticas ao chefe do executivo por ter entrado no jogo do apresentador.

 

* Um trecho da entrevista do prefeito Sérgio Azevedo pelo menos fez sucesso entre os servidores municipais. Onde ele afirma que continuará prestigiando os servidores e repassando o índice da inflação aos seus colegas de trabalho, que segundo ele, o ajudam a governar.

 

Tristes tempos!

 

Paulo Tadeu D’arcádia (ex-prefeito e vereador) 

 

Tomei conhecimento de entrevista do Prefeito Municipal, por áudios enviados por amigos. Confesso minha perplexidade com sua evolução crítica – a arrogância, a mitomania e a ignorância rasa.

Disse que é um prefeito barato. Dependendo da interpretação do verbete, concordo.  Disse que é o prefeito mais eficiente do Brasil. Isso mesmo, ele se acha o prefeito mais eficiente do Brasil!!! Afirmou que dobrou a receita da prefeitura em seu mandato. Não é verdade, a receita bruta da prefeitura cresceu de 2016 a 2020 apenas 27% (de 543 milhões para 689 milhões), CRESCIMENTO REAL DE 10%. A eficiência é tamanha que de 2016 a 2020, a dívida líquida do Município cresceu 67,6%; “restos a pagar” (dívida de curto prazo) cresceu 225%, isso mesmo, 225%! Somente “gastos com pessoal” subiu 52,2%.

Os investimentos, medida ideal para aferir eficiência caiu de 21 milhões para 8,5 milhões, ridículo índice de 1,2% de toda a receita. A meta de arrecadação de 2016 ficou 500 mil abaixo do previsto, já em 2020, 103 milhões, gigantesca demonstração de descontrole orçamentário da ordem de 20.500%! O “prefeito mais eficiente do Brasil”, segundo o próprio, bateu o “record” de inadimplência com a União, ficando mais da metade de seu primeiro mandato sem Certidão Negativa de Débito.

Outra demonstração de sua decantada eficiência é o gasto com conservação de patrimônio que caiu pela metade durante o período, mesma queda referente à incorporação de bens patrimoniais. No auge da pandemia, o “prefeito mais eficiente do Brasil”, segundo o próprio, conseguiu a façanha de distribuir uma média de 700 cestas básicas mensais às famílias dos milhares de estudantes carentes da rede municipal, revelando sua frieza e crueldade diante da fome. Não conhece a Constituição do Estado, que prevê perda de mandato para governador que ocupar outro cargo na administração direta ou indireta.

Disse que como engenheiro da prefeitura e serviços particulares (os manjados “particula”), ganhava mais que como prefeito. Não deve ser verdade, porque como engenheiro público e “particula” chegou a assinar uma declaração de hipossuficiência econômica (atestado de pobreza) em processo trabalhista, ou seja, não tinha dinheiro para pagar custas judiciais. Tristes tempos!

Revista ONE 33

Clique e leia

Revista ONE nº33

SALÁRIO (SUBSÍDIO) DO PREFEITO –

"JOÃO LUIZ AZEVEDO"   Segundo consta do Blog do Polli, de 20 de janeiro de 2022, o Prefeito Municipal Sergio Azevedo, foi entrevistado na noite de terça feira pelo programa Pode Cast do Site...

ler mais

Revista ONE 33

Clique e leia

Revista ONE nº33

SALÁRIO (SUBSÍDIO) DO PREFEITO –

"JOÃO LUIZ AZEVEDO"   Segundo consta do Blog do Polli, de 20 de janeiro de 2022, o Prefeito Municipal Sergio Azevedo, foi entrevistado na noite de terça feira pelo programa Pode Cast do Site...

ler mais