Portal de Notícias e Web Rádio 

Campanha do agasalho

Campanha do agasalho

No próximo sábado, 28 de maio, das 8h às 16h, será realizado o “Dia D” de Arrecadação da Campanha do Agasalho 2022, com drive-thru no Espaço Cultural da Urca. Realizado em parceria com a EPTV, o...

ler mais
Duas escolas receberão vacinas hoje

Duas escolas receberão vacinas hoje

Serão contempladas com a vacina contra COVID-19 nesta sexta-feira (27), a Escola Municipal Raphael Santoa Netto e CEI Aquarela. Os pais ou responsáveis pelos alunos foram avisados previamente e...

ler mais

Mosconi e adjunta deixam a secretaria de saúde

Durante todo o dia de ontem circulou pelas redes sociais a informação do pedido de exoneração do secretário de saúde, Carlos Mosconi, e da adjunta Rosilene de Oliveira Faria. A informação só foi confirmada oficialmente pela Secretaria de Comunicação no início da noite.

Pelo informativo o prefeito Sérgio Azevedo teria recebido um ofício, da secretaria, com os pedidos de demissão por parte do secretário e da adjunta. No ofício a justificativa diz que o objetivo da ação é em oferecer maior transparência na apuração e investigação, por parte da Câmara sobre denúncias na pasta.

Repercussão

O pedido de exoneração pelos dirigentes da secretaria de saúde movimentou os meios políticos, principalmente o legislativo que instalou uma CPI para investigar denúncias envolvendo a pasta.

O presidente da Câmara, vereador Marcelo Heitor, acredita que a situação dos últimos dias, com escândalos, denúncia na saúde e abertura de uma CPI, podem sim, ter motivado as demissões.

O presidente lembrou que até o momento a Câmara não fez nenhuma acusação e que os vereadores estão apenas cumprindo com o papel de apurar as denúncias que chegaram até o legislativo e esclarecer a população.

“Apesar do meu respeito pela história e pelo trabalho do Dr. Carlos Mosconi e da secretária adjunta Rosilene Faria, eles preferiram se afastar do cargo até que tudo seja esclarecido”, afirmou Marcelo.

O vereador Lucas Arruda disse que pelas informações, o secretário e adjunta tomaram esta decisão para dar mais transparência a apuração da CPI.

“Mais um fato significativo mostrando a atuação da Câmara e que a CPI tem o objetivo de deixar as coisas claras, responder todas as dúvidas e neste sentido temos que esperar os próximos encaminhamentos”, afirmou. Na sua avaliação, os pedidos de exonerações, são “muito fortes”, já que não tinha conhecimento de um fato como este na administração pública municipal.

Para o vereador Tiago Braz foi importante a saída tanto do secretário, como da adjunta, para que a Câmara possa investigar com tranquilidade as denúncias referentes à pasta. “Investigando uma secretaria com os próprios investigados na gestão da pasta pode dificultar o trabalho”, destacou.

Tiago espera que seja nomeado alguém que possa contribuir com as investigações e que as respostas aos requerimentos e encaminhamentos possam ser feitas com celeridade, para que os vereadores da comissão possam dar uma resposta coerente e concreta a população. “Até que se prove o contrário todo mundo é inocente, neste momento não tem nada que incrimine ele, a secretária ou qualquer um servidor da saúde”, destacou.

Nilton Junqueira é eleito presidente do PSDB

Em reunião da executiva do PSDB, ontem à noite, no Hotel Nacional, foi eleito para presidir a legenda em Poços, Newton Junqueira, atual diretor do Departamento de Saúde Coletiva na secretaria. O cargo estava vago desde que o ex-secretário de Governo, Celso Donato, deixou o partido e se ingressou ao PSD para concorrer uma vaga na Câmara Federal.

Junto com Newton Junqueira, foram referendados os nomes dos demais membros da executiva, que continuam os mesmos, com mandatos até 31 de março de 2023.

Minascon 2022 será em Poços de Caldas

O Minascon, um dos maiores eventos do setor da construção, já tem local e data marcada, será no período de 17 a de novembro, em Poços de Caldas.  “Poços foi a cidade escolhida devido ao seu aniversário de 150 anos e também, por ser uma cidade autônoma. É o único município autossuficiente do estado no que se refere a serviços de distribuição de água, energia e coleta de lixo, sem o intermédio de concessionárias”, explicou Geraldo Jardim, presidente da Câmara da Indústria da Construção, em reunião realizada no dia 25/05, na sede da FIEMG.  O colegiado, que reúne representantes do setor da construção, é um dos organizadores do evento.

“Construções Verdes e Cidades Inteligentes” será o tema do Minascon e a programação de três dias contará com palestras sobre a construção de um futuro sustentável e tecnológico, salão de negócios para networking e feira de imóveis com grandes oportunidades e condições especiais. “Um evento de Minas, para Minas”, reforçou o presidente da Câmara da Indústria da Construção da FIEMG.

Câmara da Indústria da Construção da FIEMG – “Estou muito honrado em presidir esta câmara. Tenho 20 anos de dedicação ao Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon), onde passei, de maneira abnegada, por vários cargos”, afirmou. Segundo o gestor, a Câmara tem como base os 13 sindicatos da construção do estado. “Por isso precisamos conciliar as agendas, para que todos os representantes dos Sinduscon do interior possam participar e colaborar com os trabalhos”.

Jardim explicou que, para dinamizar o andamento dos projetos, a Câmara foi dividida em cinco grupos temáticos: Preços de Obras Públicas e Privadas, Capacitação de Mão de Obra, Fomento e Financiamento, Políticas Públicas, Informalidade na Construção Civil.

Rodrigo Batista é o novo presidente da Regional Sul da FIEMG

Desde ontem, o empresário Rodrigo Batista, diretor da BM Engenharia e presidente do Sindicato da Construção Civil (Sinduscon), em Poços de Caldas, é também o presidente da Regional Sul da FIEMG. A posse aconteceu à noite, em Belo Horizonte com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Durante evento ele anunciou que vai recriar o Ministério da Indústria e do Comércio. O pedido foi feito pelo presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, em seu discurso de posse para o segundo mandato na entidade. “Fiz uma demanda ao presidente. Não é possível mais a indústria não ter seu ministério”, disse Roscoe..

Uma das vitórias já na condição de eleito presidente da Regional Sul, do empresário Rodrigo Batista, que infelizmente não pode estar presente em BH, por estar se convalescendo de Covid, foi justamente a escolha de Poços de Caldas para ser a sede da Minascon 2022, em comemoração ao sesquicentenário da cidade, a ser comemorado no início de novembro. Será um evento grandioso, realizado em parceria com o SEBRAE, CREA, BDMG e talvez com a participação também da Caixa Econômica Federal, com quem Rodrigo está conversando com objetivo de realizar durante o evento um grande Feirão do Imóvel na mesma semana.

* Candidato a deputado estadual Luizinho do PT, ex-prefeito de Alfenas, tem circulado pela região em companhia da ex-vereadora Maria Cecilia Opipari, a “Ciça”. Segundo consta, ela pode vir a ser candidata do partido a deputada federal, com apoio do seu amigo, deputado Reginaldo Lopes, que será o coordenador da campanha petista em Minas e também com aval do presidente da legenda no Estado, que já esteve em sua casa, fazendo o mesmo tipo de convite. Isso porque assim como outros partidos, o PT necessita preencher a cota destinada as mulheres, o que significa também a liberação de mais recursos para a campanha.

* Em meio a tantas notícias ruins e mais as demissões na secretaria de saúde onde solicitaram demissão dos seus cargos, o titular da pasta e a adjunta, surge uma boa notícia que pode, quem sabe, recolocar Poços, pelo menos por alguns dias como a principal cidade da região sul mineira, protagonismo que a cidade perdeu nos últimos anos. Foi a confirmação de que a cidade foi escolhida para a próxima edição do Minascom, evento de primeira grandeza, que vai marcar a passagem do sesquicentenário da cidade.

* A não presença do prefeito, secretários e principalmente cabeças brancas na residência do secretário Carlos Mosconi, na noite de quarta-feira, quando ele comemorava mais um aniversário, foi um indicativo de que o ambiente estava estranho. Isso porque, tradicionalmente, a residência da Av. David Benedito Ottoni, onde mora o ex-deputado costuma receber dezenas de amigos para cumprimenta-lo todos os anos nesse dia, mesmo sem um convite formal. O prefeito Sérgio Azevedo, por exemplo, é presença certa e desta vez, mesmo estando por perto (estava em uma cerimônia na Caldense), não se fez presente. Ou pelo menos não apareceu na fotografia na hora do parabéns e corte do bolo.

* O afastamento, a pedido, do secretário de saúde Carlos Mosconi e da secretária adjunta Rosilene Faria, é mais um capítulo da interminável agenda negativa que tomou conta do governo municipal nos últimos meses. Com a saída do ex-deputado, o chefe do executivo perde também o apoio do grupo dos cabeças brancas do PSDB e até mesmo a certeza de que o vereador Flávinho continuará na liderança da bancada situacionista. Na reunião de terça-feira, a derrubada de um veto do prefeito foi mais um claro sinal de que ele já não conta com maioria no legislativo.

* Segundo informações de bastidores as demissões na pasta da saúde, surpreendeu o prefeito Sérgio Azevedo, que desconhecia a intenção dos demissionários, cuja atitude pode ter sido tomada em razão da falta de apoio do chefe do executivo que em nenhum momento se pronunciou publicamente em defesa dos acusados sobre possíveis irregularidades na secretaria, o que deu motivo para a criação da CPI, aprovada na Câmara por 14 votos, inclusive pelos vereadores da bancada da situação.

* Celso Donato e Carlos Mosconi foram os dois principais apoiadores do prefeito Sérgio Azevedo durante a campanha eleitoral para o primeiro mandato em uma hora difícil, quando ele abandonou um debate com os demais adversários e jogou a toalha, desistindo da candidatura. Foi graças a este apoio que Sérgio decidiu rever a decisão e retomar a campanha que terminou com a sua vitória.

* A informação em nota oficial distribuída na noite de ontem, justifica as demissões do secretário e da adjunta como sendo um pedido feito pelos dois para que a comissão que investiga denúncias na área da saúde na Câmara possa atuar com maior transparência. Na sessão de terça-feira, o vereador Roberto Santos (Republicanos), declarou que sem o afastamento dos envolvidos, eles poderiam “atrapalhar” o trabalho da CPI.

* Outro motivo que pode estar ligado a demissão do secretário Carlos Mosconi pode ser o fato de se ver livre das amarras do cargo para trabalhar politicamente na região. Vale lembrar que quando esteve em Poços, o deputado Antonio Carlos Arantes afirmou que por ser uma liderança de expressão no sul de Minas, Mosconi seria muito útil colaborando na campanha pela reeleição de Romeu Zema, “inclusive ocupando cargo no governo, caso Zema seja reeleito”, disse Arantes.

* Ao invés de bater bumbo para festejar os 20 anos do programa Caminhos Gerais, que não serve prá coisa alguma e muito menos para trazer turistas para a cidade, a secretaria de turismo deveria é agradecer aos empresários da iniciativa privada que bancaram as propagandas feitas em diversos sites e publicações sobre turismo divulgando a cidade, o que resultou este ano, na presença de milhares de visitantes na temporada de verão.

* Homenagem das mais merecidas será prestada pela Associação Atlética Caldense, na próxima terça-feira, 31/05, a Dirceu Porto Vasconcelos e Antonio Carlos Andrade (Toninho da Artec), que estarão recebendo títulos de sócios honorários do clube, uma iniciativa do conselheiro nato Joaquim Carlos Pereira, aprovada pelos demais integrantes do Conselho Deliberativo.

* O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a disputa contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) e aparece com 47% das intenções de voto, contra 27% do adversário. De acordo com o instituto Datafolha, a distância hoje em 21 pontos aumentou com as saídas do ex-governador de Sâo Paulo, João Doria (PSDB) e do ex-juiz Sergio Moro (União).

* Atrás dos dois, Ciro Gomes (PDT) aparece com 7% das intenções de voto. Na sequência, estão André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB), com 2 pontos cada um. Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU) aparecem com 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Já os brancos e nulos e os que dizem não votar em nenhum dos candidatos são 7%. Os que não sabem são 4%

* O Partido dos Trabalhadores oficializou, ontem, a indicação do deputado estadual André Quintão para vice-governador na chapa de Alexandre Kalil (PSD) que vai disputar o comando do Executivo mineiro. A decisão foi tomada após reunião entre o presidenciável petista Luiz Inácio Lula da Silva e Kalil, em São Paulo (SP). O PT confirmou, ainda, o apoio à reeleição de Alexandre Silveira (PSD) ao Senado Federal.

Mosconi e adjunta deixam a secretaria de saúde

Durante todo o dia de ontem circulou pelas redes sociais a informação do pedido de exoneração do secretário de saúde, Carlos Mosconi, e da adjunta Rosilene de Oliveira Faria. A informação só foi confirmada oficialmente pela Secretaria de Comunicação no início da noite.

Pelo informativo o prefeito Sérgio Azevedo teria recebido um ofício, da secretaria, com os pedidos de demissão por parte do secretário e da adjunta. No ofício a justificativa diz que o objetivo da ação é em oferecer maior transparência na apuração e investigação, por parte da Câmara sobre denúncias na pasta.

Repercussão

O pedido de exoneração pelos dirigentes da secretaria de saúde movimentou os meios políticos, principalmente o legislativo que instalou uma CPI para investigar denúncias envolvendo a pasta.

O presidente da Câmara, vereador Marcelo Heitor, acredita que a situação dos últimos dias, com escândalos, denúncia na saúde e abertura de uma CPI, podem sim, ter motivado as demissões.

O presidente lembrou que até o momento a Câmara não fez nenhuma acusação e que os vereadores estão apenas cumprindo com o papel de apurar as denúncias que chegaram até o legislativo e esclarecer a população.

“Apesar do meu respeito pela história e pelo trabalho do Dr. Carlos Mosconi e da secretária adjunta Rosilene Faria, eles preferiram se afastar do cargo até que tudo seja esclarecido”, afirmou Marcelo.

O vereador Lucas Arruda disse que pelas informações, o secretário e adjunta tomaram esta decisão para dar mais transparência a apuração da CPI.

“Mais um fato significativo mostrando a atuação da Câmara e que a CPI tem o objetivo de deixar as coisas claras, responder todas as dúvidas e neste sentido temos que esperar os próximos encaminhamentos”, afirmou. Na sua avaliação, os pedidos de exonerações, são “muito fortes”, já que não tinha conhecimento de um fato como este na administração pública municipal.

Para o vereador Tiago Braz foi importante a saída tanto do secretário, como da adjunta, para que a Câmara possa investigar com tranquilidade as denúncias referentes à pasta. “Investigando uma secretaria com os próprios investigados na gestão da pasta pode dificultar o trabalho”, destacou.

Tiago espera que seja nomeado alguém que possa contribuir com as investigações e que as respostas aos requerimentos e encaminhamentos possam ser feitas com celeridade, para que os vereadores da comissão possam dar uma resposta coerente e concreta a população. “Até que se prove o contrário todo mundo é inocente, neste momento não tem nada que incrimine ele, a secretária ou qualquer um servidor da saúde”, destacou.

Nilton Junqueira é eleito presidente do PSDB

Em reunião da executiva do PSDB, ontem à noite, no Hotel Nacional, foi eleito para presidir a legenda em Poços, Newton Junqueira, atual diretor do Departamento de Saúde Coletiva na secretaria. O cargo estava vago desde que o ex-secretário de Governo, Celso Donato, deixou o partido e se ingressou ao PSD para concorrer uma vaga na Câmara Federal.

Junto com Newton Junqueira, foram referendados os nomes dos demais membros da executiva, que continuam os mesmos, com mandatos até 31 de março de 2023.

Minascon 2022 será em Poços de Caldas

O Minascon, um dos maiores eventos do setor da construção, já tem local e data marcada, será no período de 17 a de novembro, em Poços de Caldas.  “Poços foi a cidade escolhida devido ao seu aniversário de 150 anos e também, por ser uma cidade autônoma. É o único município autossuficiente do estado no que se refere a serviços de distribuição de água, energia e coleta de lixo, sem o intermédio de concessionárias”, explicou Geraldo Jardim, presidente da Câmara da Indústria da Construção, em reunião realizada no dia 25/05, na sede da FIEMG.  O colegiado, que reúne representantes do setor da construção, é um dos organizadores do evento.

“Construções Verdes e Cidades Inteligentes” será o tema do Minascon e a programação de três dias contará com palestras sobre a construção de um futuro sustentável e tecnológico, salão de negócios para networking e feira de imóveis com grandes oportunidades e condições especiais. “Um evento de Minas, para Minas”, reforçou o presidente da Câmara da Indústria da Construção da FIEMG.

Câmara da Indústria da Construção da FIEMG – “Estou muito honrado em presidir esta câmara. Tenho 20 anos de dedicação ao Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon), onde passei, de maneira abnegada, por vários cargos”, afirmou. Segundo o gestor, a Câmara tem como base os 13 sindicatos da construção do estado. “Por isso precisamos conciliar as agendas, para que todos os representantes dos Sinduscon do interior possam participar e colaborar com os trabalhos”.

Jardim explicou que, para dinamizar o andamento dos projetos, a Câmara foi dividida em cinco grupos temáticos: Preços de Obras Públicas e Privadas, Capacitação de Mão de Obra, Fomento e Financiamento, Políticas Públicas, Informalidade na Construção Civil.

Rodrigo Batista é o novo presidente da Regional Sul da FIEMG

Desde ontem, o empresário Rodrigo Batista, diretor da BM Engenharia e presidente do Sindicato da Construção Civil (Sinduscon), em Poços de Caldas, é também o presidente da Regional Sul da FIEMG. A posse aconteceu à noite, em Belo Horizonte com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Durante evento ele anunciou que vai recriar o Ministério da Indústria e do Comércio. O pedido foi feito pelo presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, em seu discurso de posse para o segundo mandato na entidade. “Fiz uma demanda ao presidente. Não é possível mais a indústria não ter seu ministério”, disse Roscoe..

Uma das vitórias já na condição de eleito presidente da Regional Sul, do empresário Rodrigo Batista, que infelizmente não pode estar presente em BH, por estar se convalescendo de Covid, foi justamente a escolha de Poços de Caldas para ser a sede da Minascon 2022, em comemoração ao sesquicentenário da cidade, a ser comemorado no início de novembro. Será um evento grandioso, realizado em parceria com o SEBRAE, CREA, BDMG e talvez com a participação também da Caixa Econômica Federal, com quem Rodrigo está conversando com objetivo de realizar durante o evento um grande Feirão do Imóvel na mesma semana.

* Candidato a deputado estadual Luizinho do PT, ex-prefeito de Alfenas, tem circulado pela região em companhia da ex-vereadora Maria Cecilia Opipari, a “Ciça”. Segundo consta, ela pode vir a ser candidata do partido a deputada federal, com apoio do seu amigo, deputado Reginaldo Lopes, que será o coordenador da campanha petista em Minas e também com aval do presidente da legenda no Estado, que já esteve em sua casa, fazendo o mesmo tipo de convite. Isso porque assim como outros partidos, o PT necessita preencher a cota destinada as mulheres, o que significa também a liberação de mais recursos para a campanha.

* Em meio a tantas notícias ruins e mais as demissões na secretaria de saúde onde solicitaram demissão dos seus cargos, o titular da pasta e a adjunta, surge uma boa notícia que pode, quem sabe, recolocar Poços, pelo menos por alguns dias como a principal cidade da região sul mineira, protagonismo que a cidade perdeu nos últimos anos. Foi a confirmação de que a cidade foi escolhida para a próxima edição do Minascom, evento de primeira grandeza, que vai marcar a passagem do sesquicentenário da cidade.

* A não presença do prefeito, secretários e principalmente cabeças brancas na residência do secretário Carlos Mosconi, na noite de quarta-feira, quando ele comemorava mais um aniversário, foi um indicativo de que o ambiente estava estranho. Isso porque, tradicionalmente, a residência da Av. David Benedito Ottoni, onde mora o ex-deputado costuma receber dezenas de amigos para cumprimenta-lo todos os anos nesse dia, mesmo sem um convite formal. O prefeito Sérgio Azevedo, por exemplo, é presença certa e desta vez, mesmo estando por perto (estava em uma cerimônia na Caldense), não se fez presente. Ou pelo menos não apareceu na fotografia na hora do parabéns e corte do bolo.

* O afastamento, a pedido, do secretário de saúde Carlos Mosconi e da secretária adjunta Rosilene Faria, é mais um capítulo da interminável agenda negativa que tomou conta do governo municipal nos últimos meses. Com a saída do ex-deputado, o chefe do executivo perde também o apoio do grupo dos cabeças brancas do PSDB e até mesmo a certeza de que o vereador Flávinho continuará na liderança da bancada situacionista. Na reunião de terça-feira, a derrubada de um veto do prefeito foi mais um claro sinal de que ele já não conta com maioria no legislativo.

* Segundo informações de bastidores as demissões na pasta da saúde, surpreendeu o prefeito Sérgio Azevedo, que desconhecia a intenção dos demissionários, cuja atitude pode ter sido tomada em razão da falta de apoio do chefe do executivo que em nenhum momento se pronunciou publicamente em defesa dos acusados sobre possíveis irregularidades na secretaria, o que deu motivo para a criação da CPI, aprovada na Câmara por 14 votos, inclusive pelos vereadores da bancada da situação.

* Celso Donato e Carlos Mosconi foram os dois principais apoiadores do prefeito Sérgio Azevedo durante a campanha eleitoral para o primeiro mandato em uma hora difícil, quando ele abandonou um debate com os demais adversários e jogou a toalha, desistindo da candidatura. Foi graças a este apoio que Sérgio decidiu rever a decisão e retomar a campanha que terminou com a sua vitória.

* A informação em nota oficial distribuída na noite de ontem, justifica as demissões do secretário e da adjunta como sendo um pedido feito pelos dois para que a comissão que investiga denúncias na área da saúde na Câmara possa atuar com maior transparência. Na sessão de terça-feira, o vereador Roberto Santos (Republicanos), declarou que sem o afastamento dos envolvidos, eles poderiam “atrapalhar” o trabalho da CPI.

* Outro motivo que pode estar ligado a demissão do secretário Carlos Mosconi pode ser o fato de se ver livre das amarras do cargo para trabalhar politicamente na região. Vale lembrar que quando esteve em Poços, o deputado Antonio Carlos Arantes afirmou que por ser uma liderança de expressão no sul de Minas, Mosconi seria muito útil colaborando na campanha pela reeleição de Romeu Zema, “inclusive ocupando cargo no governo, caso Zema seja reeleito”, disse Arantes.

* Ao invés de bater bumbo para festejar os 20 anos do programa Caminhos Gerais, que não serve prá coisa alguma e muito menos para trazer turistas para a cidade, a secretaria de turismo deveria é agradecer aos empresários da iniciativa privada que bancaram as propagandas feitas em diversos sites e publicações sobre turismo divulgando a cidade, o que resultou este ano, na presença de milhares de visitantes na temporada de verão.

* Homenagem das mais merecidas será prestada pela Associação Atlética Caldense, na próxima terça-feira, 31/05, a Dirceu Porto Vasconcelos e Antonio Carlos Andrade (Toninho da Artec), que estarão recebendo títulos de sócios honorários do clube, uma iniciativa do conselheiro nato Joaquim Carlos Pereira, aprovada pelos demais integrantes do Conselho Deliberativo.

* O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a disputa contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) e aparece com 47% das intenções de voto, contra 27% do adversário. De acordo com o instituto Datafolha, a distância hoje em 21 pontos aumentou com as saídas do ex-governador de Sâo Paulo, João Doria (PSDB) e do ex-juiz Sergio Moro (União).

* Atrás dos dois, Ciro Gomes (PDT) aparece com 7% das intenções de voto. Na sequência, estão André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB), com 2 pontos cada um. Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU) aparecem com 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Já os brancos e nulos e os que dizem não votar em nenhum dos candidatos são 7%. Os que não sabem são 4%

* O Partido dos Trabalhadores oficializou, ontem, a indicação do deputado estadual André Quintão para vice-governador na chapa de Alexandre Kalil (PSD) que vai disputar o comando do Executivo mineiro. A decisão foi tomada após reunião entre o presidenciável petista Luiz Inácio Lula da Silva e Kalil, em São Paulo (SP). O PT confirmou, ainda, o apoio à reeleição de Alexandre Silveira (PSD) ao Senado Federal.

Câmara debate melhorias na zona azul

Câmara debate melhorias na zona azul

Na última semana, a Câmara realizou uma audiência pública para discutir o tema “Estacionamento Rotativo no Município de Poços de Caldas”. O debate, que foi proposto pela vereadora Regina Cioffi...

ler mais
Campanha do agasalho

Campanha do agasalho

No próximo sábado, 28 de maio, das 8h às 16h, será realizado o “Dia D” de Arrecadação da Campanha do Agasalho 2022, com drive-thru no Espaço Cultural da Urca. Realizado em parceria com a EPTV, o...

ler mais
Duas escolas receberão vacinas hoje

Duas escolas receberão vacinas hoje

Serão contempladas com a vacina contra COVID-19 nesta sexta-feira (27), a Escola Municipal Raphael Santoa Netto e CEI Aquarela. Os pais ou responsáveis pelos alunos foram avisados previamente e...

ler mais
Câmara debate melhorias na zona azul

Câmara debate melhorias na zona azul

Na última semana, a Câmara realizou uma audiência pública para discutir o tema “Estacionamento Rotativo no Município de Poços de Caldas”. O debate, que foi proposto pela vereadora Regina Cioffi...

ler mais