Secretário nega falta de interesse em indústria

O secretário de governo Celso Donato aproveitou sua ida ao programa Boca Boa, para desmentir afirmação feita no mesmo programa pelo ex-vereador e carnavalesco Marcus Togni, segundo o qual a administração não mostrou interesse na implantação de uma indústria cerâmica que tinha a intenção de se instalar no município.

Disse o secretário que o ex-vereador se tornou crítico do prefeito Sérgio no meio do mandato e nas últimas eleições esteve no palanque de oposição, apoiando o candidato Geraldo Thadeu. Donato disse que não responderia as provocações feitas pelo ex-vereador no programa sobre a secretaria de governo“porque é a opinião de cada um e prefiro ouvir as críticas e aquilo que acho construtivo”.

A respeito da empresa citada por Marcus Togni, o secretário de governo afirmou que não é papel da sua secretaria, a não ser quando encaminha projeto de lei para a Câmara, no sentido de doação de área no Distrito Industrial, em que o protocolo de intenção é redigido pela sua secretaria. “Quanto as tratativas para a inda de empresas, isso é função da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, que na época tinha como titular o ex-prefeito Flávio Faria, com quem Marcus Togni sempre manteve bom relacionamento e a questão da mudança da área escolhida pela direção da empresa que deveria ser alterada de zona rural para urbana, esta tarefa cabe a Secretaria de Planejamento.

“Este expediente de fato não foi encaminhado ao prefeito diretamente e quando conversei com o Marcus Togni foram conversas informais. Nunca me reuni com dirigentes dessa empresa, e nunca chegaram a visitar o gabinete do prefeito”. Quant ao nome da empresa estou sabendo agora, disse Donato ao apresentador Silas Lafaiete.

Criminalização da AESB

Sobre o fato da administração ter criminalizado a AESB, conforme denunciou Marcus Togni, o secretário de governo respondeu que existem certas situações já consideradas passadas, que não compensa ficar remoendo, “a questão da AESB todos sabem, o carnaval de Poços por muitos anos, pessoas que estiveram à frente da Prefeitura e da Secretaria de Turismo sabem que todos os anos a prestação de contas da associação era aceita com restrições, ressalvas, e teve até secretário de turismo que foi obrigado a colocar a cara a tapa ao aprovar a prestação de contas e realizar o desfile de carnaval”.

Situação das escolas municipais

Questionado sobre a situação precária em que se encontram as escolas municipais, o secretário de Governo, Celso Donato, afirmou que hoje o município tem mais de 100 próprios municipais, entre escolas e unidades de saúde. Que ao longo do tempo nunca vai acontecer de todos apresentar boas condições. “Você conserta, mas aquele que está bom hoje daqui a dois ou três anos sofre pelo desgaste do tempo, são mais de 100. Quando assumimos em 2017 havia um passivo de manutenção muito grande e tratamos isso como prioridade. Vários próprios públicos, escolas e creches receberam manutenção e hoje tem unidades que carecem de manutenção e vão receber a manutenção necessária”, garantiu.

Disse ainda que, quando se fala que as aulas não irão voltar porque as escolas não apresentam quando as aulas estavam sendo realizadas presencialmente alguns prédios já apresentavam problemas estruturais. “A gente vai lá, dá manutenção, ajeita, isto faz parte. Nós só vamos conseguir colocar esta manutenção em dia a hora em que tivermos, realmente, muito recurso financeiro, que é questão de milhões, e estamos trabalhando para um dia chegar a este nível para poder fazer investimento e reformar todas as escolas de uma vez. Enquanto isso não acontece, temos que reformar e revitalizar conforme a necessidade maior”, explicou Donato.

Sonho Dourado

Sobre a novela da entrega dos apartamentos do empreendimento Sonho Dourado a famílias de baixa renda, o secretário de Governo disse que a administração municipal tem que ter algumas prioridades, sendo que a maior delas é o tempo, porque as pessoas não veem a hora de realizar o sonho da casa própria, e a outra questão é a segurança jurídica.

“Foi muito exaustivo, foi discutido de forma exaustiva até o último segundo, de todas as possibilidades, ouviu-se a Procuradoria, Secretaria de Planejamento e nesta conjunção de opiniões não teve unanimidade. Então chegou-se a conclusão que o caminho da maior segurança jurídica seria o da doação”, esclareceu o secretário. Ele esclareceu ainda que o projeto de lei já está na Câmara, foi lido na última sessão em regime de urgência e deve ir a plenário em 9 de março.

Feito isso será acelerado o processo e diz o secretário que em torno de dois meses o problema estará resolvido.

Curtas

* Não foi apenas o prefeito Sérgio Azevedo que teve as férias indenizadas no mês de dezembro passado, no final do mandato. O vice-prefeito Flávio Faria recebeu R$ 81 mil e os secretários Carlos Mosconi (saúde) e Celso Donato (governo), também receberam como indenização por férias não gozadas, R$ 34 mil cada um. Somando os pagamentos o total chega a R$ 240 mil que saíram dos cofres municipais e foram para os bolsos do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.

* Diz um velho ditado que macaco que muito pula acaba levando chumbo. Pois bem, custou, mas a Guarda Municipal e a Polícia Militar prenderam um dos gatunos que vinha praticando furtos de fios de cobre. A prisão se deu no estádio Bandolão, ao lado do Parque Municipal Antonio Molinari. Como alertava a frase nos outdoors, a polícia ainda vai te prender ladrão de fios de cobre. Pelo menos um já está preso.

* Com as alterações no Código Brasileiro de Trânsito, que entram em vigor no mês de abril, os policiais rodoviários não poderão mais multar veículos com faróis apagados que trafegam durante o dia pelas áreas urbanas dos municípios. Nas rodovias, a norma continuará valendo apenas nas rodovias de mão dupla.

* Mas o governo de Minas, através do Departamento de Estradas de Rodagem, não deixou por menos, já anunciou a instalação de outros 200 radares, sendo 20 deles nas rodovias do sul de Minas. Deve ser para compensar as multas que não poderão mais serem aplicadas em veículos com faróis apagados em avenidas localizadas no perímetro urbano e que são extensão de rodovias.

* O Senado aprovou Projeto de Lei que garante acesso à internet com fins educacionais para alunos carentes com famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), além de professores de escolas públicas. Pelo texto, o governo federal deverá repassar R$ 3,5 bilhões para estados e municípios em 30 dias a partir da publicação da lei. Caberá aos municípios definir como será ofertada a conectividade para os alunos.

* Só para lembrar, como informou o líder do prefeito na Câmara, na sessão de terça-feira, em Poços de Caldas nada menos que 18 mil famílias estão inscritas no referido programa e pela lei aprovada, os alunos da rede pública, cujas famílias estão inscritas no CadÚnico terão direito a internet de forma gratuita. Segundo os dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, aproximadamente 5,8 milhões de estudantes não têm acesso domiciliar à internet de qualidade para atividades remotas de ensino-aprendizagem. O projeto agora segue para sanção presidencial.

* Ao participar da audiência pública convocada pela Câmara Municipal com a finalidade de discutir problemas no abastecimento de água tratada distribuída pelo DMAE, o diretor da autarquia, Paulinho Courominas, preferiu mais ouvir do que falar. Prometeu apenas esforço para melhorar o serviço.

* Sete professores apresentaram sintomas de Covid-19 e foram afastados em Pouso Alegre. O Sindicato dos Profissionais da Educação da Rede Municipal de Ensino acompanha os casos. Um dos servidores está internado. As aulas presenciais da rede municipal de ensino retornaram nesta semana na cidade em sistema híbrido.

Secretário nega falta de interesse em indústria

O secretário de governo Celso Donato aproveitou sua ida ao programa Boca Boa, para desmentir afirmação feita no mesmo programa pelo ex-vereador e carnavalesco Marcus Togni, segundo o qual a administração não mostrou interesse na implantação de uma indústria cerâmica que tinha a intenção de se instalar no município.

Disse o secretário que o ex-vereador se tornou crítico do prefeito Sérgio no meio do mandato e nas últimas eleições esteve no palanque de oposição, apoiando o candidato Geraldo Thadeu. Donato disse que não responderia as provocações feitas pelo ex-vereador no programa sobre a secretaria de governo“porque é a opinião de cada um e prefiro ouvir as críticas e aquilo que acho construtivo”.

A respeito da empresa citada por Marcus Togni, o secretário de governo afirmou que não é papel da sua secretaria, a não ser quando encaminha projeto de lei para a Câmara, no sentido de doação de área no Distrito Industrial, em que o protocolo de intenção é redigido pela sua secretaria. “Quanto as tratativas para a inda de empresas, isso é função da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, que na época tinha como titular o ex-prefeito Flávio Faria, com quem Marcus Togni sempre manteve bom relacionamento e a questão da mudança da área escolhida pela direção da empresa que deveria ser alterada de zona rural para urbana, esta tarefa cabe a Secretaria de Planejamento.

“Este expediente de fato não foi encaminhado ao prefeito diretamente e quando conversei com o Marcus Togni foram conversas informais. Nunca me reuni com dirigentes dessa empresa, e nunca chegaram a visitar o gabinete do prefeito”. Quant ao nome da empresa estou sabendo agora, disse Donato ao apresentador Silas Lafaiete.

Criminalização da AESB

Sobre o fato da administração ter criminalizado a AESB, conforme denunciou Marcus Togni, o secretário de governo respondeu que existem certas situações já consideradas passadas, que não compensa ficar remoendo, “a questão da AESB todos sabem, o carnaval de Poços por muitos anos, pessoas que estiveram à frente da Prefeitura e da Secretaria de Turismo sabem que todos os anos a prestação de contas da associação era aceita com restrições, ressalvas, e teve até secretário de turismo que foi obrigado a colocar a cara a tapa ao aprovar a prestação de contas e realizar o desfile de carnaval”.

Situação das escolas municipais

Questionado sobre a situação precária em que se encontram as escolas municipais, o secretário de Governo, Celso Donato, afirmou que hoje o município tem mais de 100 próprios municipais, entre escolas e unidades de saúde. Que ao longo do tempo nunca vai acontecer de todos apresentar boas condições. “Você conserta, mas aquele que está bom hoje daqui a dois ou três anos sofre pelo desgaste do tempo, são mais de 100. Quando assumimos em 2017 havia um passivo de manutenção muito grande e tratamos isso como prioridade. Vários próprios públicos, escolas e creches receberam manutenção e hoje tem unidades que carecem de manutenção e vão receber a manutenção necessária”, garantiu.

Disse ainda que, quando se fala que as aulas não irão voltar porque as escolas não apresentam quando as aulas estavam sendo realizadas presencialmente alguns prédios já apresentavam problemas estruturais. “A gente vai lá, dá manutenção, ajeita, isto faz parte. Nós só vamos conseguir colocar esta manutenção em dia a hora em que tivermos, realmente, muito recurso financeiro, que é questão de milhões, e estamos trabalhando para um dia chegar a este nível para poder fazer investimento e reformar todas as escolas de uma vez. Enquanto isso não acontece, temos que reformar e revitalizar conforme a necessidade maior”, explicou Donato.

Sonho Dourado

Sobre a novela da entrega dos apartamentos do empreendimento Sonho Dourado a famílias de baixa renda, o secretário de Governo disse que a administração municipal tem que ter algumas prioridades, sendo que a maior delas é o tempo, porque as pessoas não veem a hora de realizar o sonho da casa própria, e a outra questão é a segurança jurídica.

“Foi muito exaustivo, foi discutido de forma exaustiva até o último segundo, de todas as possibilidades, ouviu-se a Procuradoria, Secretaria de Planejamento e nesta conjunção de opiniões não teve unanimidade. Então chegou-se a conclusão que o caminho da maior segurança jurídica seria o da doação”, esclareceu o secretário. Ele esclareceu ainda que o projeto de lei já está na Câmara, foi lido na última sessão em regime de urgência e deve ir a plenário em 9 de março.

Feito isso será acelerado o processo e diz o secretário que em torno de dois meses o problema estará resolvido.

Curtas

* Não foi apenas o prefeito Sérgio Azevedo que teve as férias indenizadas no mês de dezembro passado, no final do mandato. O vice-prefeito Flávio Faria recebeu R$ 81 mil e os secretários Carlos Mosconi (saúde) e Celso Donato (governo), também receberam como indenização por férias não gozadas, R$ 34 mil cada um. Somando os pagamentos o total chega a R$ 240 mil que saíram dos cofres municipais e foram para os bolsos do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.

* Diz um velho ditado que macaco que muito pula acaba levando chumbo. Pois bem, custou, mas a Guarda Municipal e a Polícia Militar prenderam um dos gatunos que vinha praticando furtos de fios de cobre. A prisão se deu no estádio Bandolão, ao lado do Parque Municipal Antonio Molinari. Como alertava a frase nos outdoors, a polícia ainda vai te prender ladrão de fios de cobre. Pelo menos um já está preso.

* Com as alterações no Código Brasileiro de Trânsito, que entram em vigor no mês de abril, os policiais rodoviários não poderão mais multar veículos com faróis apagados que trafegam durante o dia pelas áreas urbanas dos municípios. Nas rodovias, a norma continuará valendo apenas nas rodovias de mão dupla.

* Mas o governo de Minas, através do Departamento de Estradas de Rodagem, não deixou por menos, já anunciou a instalação de outros 200 radares, sendo 20 deles nas rodovias do sul de Minas. Deve ser para compensar as multas que não poderão mais serem aplicadas em veículos com faróis apagados em avenidas localizadas no perímetro urbano e que são extensão de rodovias.

* O Senado aprovou Projeto de Lei que garante acesso à internet com fins educacionais para alunos carentes com famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), além de professores de escolas públicas. Pelo texto, o governo federal deverá repassar R$ 3,5 bilhões para estados e municípios em 30 dias a partir da publicação da lei. Caberá aos municípios definir como será ofertada a conectividade para os alunos.

* Só para lembrar, como informou o líder do prefeito na Câmara, na sessão de terça-feira, em Poços de Caldas nada menos que 18 mil famílias estão inscritas no referido programa e pela lei aprovada, os alunos da rede pública, cujas famílias estão inscritas no CadÚnico terão direito a internet de forma gratuita. Segundo os dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, aproximadamente 5,8 milhões de estudantes não têm acesso domiciliar à internet de qualidade para atividades remotas de ensino-aprendizagem. O projeto agora segue para sanção presidencial.

* Ao participar da audiência pública convocada pela Câmara Municipal com a finalidade de discutir problemas no abastecimento de água tratada distribuída pelo DMAE, o diretor da autarquia, Paulinho Courominas, preferiu mais ouvir do que falar. Prometeu apenas esforço para melhorar o serviço.

* Sete professores apresentaram sintomas de Covid-19 e foram afastados em Pouso Alegre. O Sindicato dos Profissionais da Educação da Rede Municipal de Ensino acompanha os casos. Um dos servidores está internado. As aulas presenciais da rede municipal de ensino retornaram nesta semana na cidade em sistema híbrido.

Caldense fica no empate com o Tombense

Caldense fica no empate com o Tombense

A Caldense apresentou um excelente futebol na partida de estreia do Campeonato Mineiro. A Veterana enfrentou o Tombense na noite deste sábado(27) no Ronaldão e, apesar de ter criados várias chances claras de gol e ter merecido a vitória, ficou no 1 a 1. O Tombense...

ler mais
Mudanças no estacionamento para idosos

Mudanças no estacionamento para idosos

Com o objetivo de trazer melhorias no trânsito de Poços, em especial com relação ao uso das vagas de estacionamento por idosos e pessoas com deficiência, o vereador Flávio Togni de Lima e Silva (PSDB) encaminhou duas Indicações ao Executivo. As medidas, apresentadas...

ler mais
Santa Casa lança Plano de Cargos e Salários

Santa Casa lança Plano de Cargos e Salários

Os funcionários da Santa Casa passam, a partir de agora, a fazer parte do novo  Plano de Cargos e Salários do Hospital. Através desse processo, os colaboradores terão aumento em sua faixa salarial, independente dos aumentos anuais acordados com o Sindicato. O objetivo...

ler mais
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Segundo Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Poços de Caldas, nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, são 4671 casos positivos em Poços: destes, 4373 pacientes são considerados recuperados, 139 seguem em isolamento domiciliar, 15 estão em...

ler mais
Maioria dos pais é contra a volta das aulas presenciais

Maioria dos pais é contra a volta das aulas presenciais

A Secretaria Municipal de Educação de Poços de Caldas divulgou os resultados da pesquisa de opinião sobre o retorno das aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino. Ao todo, 13.893 famílias dos alunos matriculados no Ensino Fundamental e Médio e Educação Infantil...

ler mais

Vacinação chega a idosos entre 85 e 89 anos

Vacinação chega a idosos entre 85 e 89 anos

O governo de Minas Gerais informou, nesta sexta-feira, que com a chegada do quinto lote da vacina contra a Covid-19 no Estado, a recomendação aos municípios é ampliar a vacinação dos idosos acima de 80. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais...

ler mais
Fechar Menu