Lula venceria Bolsonaro por 55% a 32% no segundo turno

Se as eleições de outubro de 2022 ocorressem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria eleito, vencendo o atual presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) por 55% a 32% no segundo turno. É o que aponta o levantamento do instituto Datafolha, divulgado nesta quarta-feira.

De acordo com o levantamento, no primeiro turno, o ex-presidente teria hoje 41% das intenções de voto, dezoito a mais que Bolsonaro, que aparece em segundo com 23%. Atrás dos dois, os demais candidatos aparecem embolados em um segundo pelotão, liderado numericamente por Sergio Moro (sem partido), que registra 7%, seguido por Ciro Gomes (PDT), que aparece com 6%. Após os dois estão Luciano Huck, com 4%, João Doria (PSDB), com 3%, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e João Amoêdo (Novo), ambos com 2%. Os eleitores que votariam em branco, nulo ou que não escolheram candidato são 9%. Os que não sabem ou não responderam são 4%.

No segundo turno entre Lula e Bolsonaro, além dos 55% que votariam no petista, e dos 32% que escolheriam o atual presidente, há ainda 11% dos eleitores que votariam em branco ou nulo e 2% que não souberam ou não responderam.

A pesquisa Datafolha ouviu 2.071 brasileiros com 16 anos ou mais, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Vacina para os jornalistas

Em resposta aos jornalistas que solicitaram, através de ofício protocolado na Câmara com cópia para a Secretaria de Saúde, a antecipação da categoria na vacinação contra Covid, a coordenadora da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Juliana Loro e o diretor do Departamento de Saúde Coletiva, Nilton Junqueira informaram que são seguidas “as diretrizes do Ministério da Saúde, por meio da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações e do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis, da  Secretaria de Vigilância em Saúde”.

Na resposta ainda foram mais além informando que “neste momento é extremamente necessário o seguimento das prioridades elencadas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19”. Concluindo ressaltaram que é de interesse do PNI e do Ministério da Saúde ofertar a vacina Covid-19 a toda a população brasileira, a depender da produção e disponibilização das vacinas.

Como jornalistas, os profissionais e as empresas que assinaram o ofício deveriam estar informados e com pleno conhecimento de que o município segue o calendário de vacinação estabelecido pelo Ministério da Saúde. Tentar furar a fila não foi uma boa iniciativa.

Vereadores analisam como agrupar leis sem afetar o conteúdo

Na reunião da Comissão Especial de Estudos para Revisão Legal e Desburocratização, ontem, na Câmara, conduzida pelo vereador Kleber Silva, ficou definido que o grupo vai se reunir todas as quartas-feiras, às 13h30, com objetivo de traçar uma pauta para a condução dos trabalhos, o vereador Flávio Togni de Lima e Silva, sugeriu agrupar por áreas os temas para dar celeridade e focar no mesmo assunto. Sugeriu ainda que o primeiro tema seja a Código Tributário Municipal, que tem muitas leis avulsas.

“Podemos ter uma redução na legislação sem afetar o nosso sistema tributário municipal”, defendeu Flávio. O presidente da comissão Kleber Silva considerou válida a sugestão alegando que a dificuldade hoje é por conta da quantidade de leis soltas, que é muito grande e algumasobsoletas.

“Se começarmos pelo Código Tributário já vamos ter bastante serviço, com umas 5 ou 6 sessões trabalhando em cima disso”, afirmou, defendendo que em seguida eles trabalhem com o setor de saúde, após com as secretarias, já que em algumas há muita burocracia. Kleber defendeu também que na condução dos trabalhos será importante ouvir as classes envolvidas, como no Código Tributário escutar o Sindicato dos Contabilistas.

O vereador Douglas Dofu e o pastor Roberto concordaram com as colocações de Flávio e ficou definido que as pautas das sessões seguirão a sugestão do líder do prefeito na Câmara.

Curtas

* As 300 famílias do Condomínio Sonho Dourado I, que estão contando as horas para receber as chaves dos seus apartamentos, cuja entrega está atrasada há seis meses, terão que aguardar mais alguns dias antes de tomar posse daquilo que lhes pertence. Circulou ontem à noite a informação de que a solenidade para a entrega das chaves, que seriam entregues no próximo dia 21, foi adiada para o final do mês porque depende da agenda de uma autoridade do Ministério do Desenvolvimento (pode ser o ministro), que faz questão de estar presente à solenidade.

* O certo é que as famílias beneficiárias do condomínio não estão a fim de ouvir discursos de politicos e o que querem mesmo são as chaves das suas moradias próprias para sair do aluguel ou deixar de continuar morando de favor em casas de parentes. Aliás, pelas postagens no grupo de whatsapp das famílias, os políticos que comparecerem a solenidade correm sério risco de ouvir sonoras vaias, exceção, claro, daqueles que batalharam para que o problema que levou ao atraso fosse resolvido, ainda que em parte.

* O secretário de comunicação da Prefeitura, Paulo Ney, confirmou ontem que a administração municipal já tinha conhecimento da decisão do Ministério do Desenvolvimento sobre a entrega das chaves e só não divulgou antes atendendo a uma solicitação feita pela própria Caixa Federal, tendo em vista que a data ainda não estava definida porque dependia da agenda do representante do Ministério.

* O vereador pastor Wilson (DEM) apresentou e teve aprovada na Câmara uma Moção de Apelo ao Departamento Nacional de Infraestrutura em Transporte (DNIT), no sentido de que sejam realizadas obras para maior segurança na avenida Presidente Wenceslau Braz, na zona leste do município, onde já foram registrados inúmeros acidentes, dalguns com vítima fatal.

* Esta via de acesso ao Município e que é também uma rodovia federal, margeia diversos bairros da Zona Leste e tem tráfego intenso de pedestres e de veículos. Infelizmente, os acidentes com vítimas fatais são constantes no trecho, a exemplo do que aconteceu na semana passada.

* Ontem os vereadores Flávio Togni de Lima e Silva (PSDB), Douglas Dofu (DEM) e Kleber Silva (Novo), participaram, de uma reunião remota com representantes do DNIT ocasião em que reivindicaram passarela para travessia de pedestres, radares para fiscalização de velocidade e melhorias na sinalização.

* Qualquer cidadão que queira fazer uma denúncia envolvendo a pandemia da Covid-19 poderia utilizar o telefone 153 da guarda municipal que por sua vez, sem identificar o denunciante, redigia um e-mail que era enviado para o comitê que gerencia a pandemia. Ontem uma pessoa denunciou que a coisa não é bem assim, que a guarda municipal só aceita agora denúncia através de e-mail e não mais por telefone. Não seria mais lógico o próprio comitê reservar uma linha exclusiva para receber as denúncias?

* Na próxima terça-feira, dia 18, o Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserv) realiza assembleia geral extraordinária tendo como pauta a resposta do comando do executivo a pauta do acordo coletivo 2021/2022. Devido as restrições impostas pela pandemia, os interessados em participar da assembleia devem fazer suas inscrições por meio dos telefones do sindicato.

* Conhecido por ser um partido que costuma ficar em cima do muro, o PSDB ainda não definiu o que quer fazer na eleição de 2022. Segundo o deputado Paulo Abi-Ackel, o partido pode até laçar candidato a presidente e neste caso teria que resolver o que vai fazer em Minas, podendo lançar candidatura própria ou então se juntar a Alexandre Kalil, Romeu Zema ou Rodrigo Pacheco. Na verdade, os tucanos não têm é nomes em condições de concorrer tanto ao Palácio do Planalto como ao Governo de Minas.

* A julgar pelo noticiário do governo Romeu Zema, as Thermas Antonio Carlos, em Poços de Caldas, continuará servindo apenas para “dar banho nos paulistas”, como dizia um dos presidentes da Codmig/Codemge, que administra o balneário. Pela terceira vez o governador trocou o presidente das duas estatais, em mais uma tentativa de privatizá-las. Assumiu o posto Thiago Toscano, que presidia o INDI, em substituição a Fábio Amorim.

* Os vereadores Tiago Braz e DineyLenon estão pedindo informações ao Executivo sobre os contratos temporários dos servidores públicos municipais. Tiago explicou que pelo documento quer saber como é feito este processo e outras questões porque acha que é preciso rever a forma como ocorrem hoje as contratações.

* O vereador DineyLenon disse que chorou quando 10 famílias do Sonho Dourado foram à porta da Prefeitura se manifestar com faixas, cartazes e cobrar a entrega dos apartamentos e ouviram que a “manifestação de meia dúzia de pessoas era piada”. Lembrou o vereador que na época de eleição houve a promessa de que as famílias iriam passar o Natal em seus apartamentos, mas que até ontem estas mesmas famílias estavam entre o dilema de pagar aluguel ou comprar comida para os filhos”.

* O secretário de Defesa Social, Rafael Tadeu Conde de Maria, informou, ontem, que a prefeitura prorrogou para sexta-feira o prazo para que as empresas interessadas na licitação de contrato emergencial de transporte coletivo possam fazer suas propostas. O prazo seria encerrado no dia 11, mas apenas uma empresa manifestou interesse e por um valor acima do esperado pela administração municipal. O secretário informou ainda que caso não apareça outra empresa, o prefeito Sérgio Azevedo vai estudar qual medida tomar.

* Acreditar que ainda possa aparecer uma empresa que se disponha a assumir o serviço pelo mesmo valor da tarifa atual e por um prazo de apenas 120 dias, sinceramente, é acreditar que Papai Noel existe. Ou não?

* Em comemoração ao 13 de maio, Dia de São Benedito e que marcaria o último dia da festa que foi cancelada pelo segundo ano consecutivo por causa da pandemia, às 10h30 será celebrada missa em louvor ao santo, seguida por carreata que terá como trajeto o mesmo percurso que é feito pela procissão. Serão celebradas ainda outras duas missas, as 15h e 19h30 que serão transmitidas ao vivo pela página da igreja Nossa Senhora Aparecida no Facebook.

* O empresário mineiro Rubens Menin comprou a Rádio Itatiaia, a maior emissora de Minas Gerais. Os detalhes da negociação da emissora, que passa a ser controlada pelo fundador da MRV Engenharia e controlador da CNN Brasil, devem ser divulgados nesta quinta-feira.

Lula venceria Bolsonaro por 55% a 32% no segundo turno

Se as eleições de outubro de 2022 ocorressem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria eleito, vencendo o atual presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) por 55% a 32% no segundo turno. É o que aponta o levantamento do instituto Datafolha, divulgado nesta quarta-feira.

De acordo com o levantamento, no primeiro turno, o ex-presidente teria hoje 41% das intenções de voto, dezoito a mais que Bolsonaro, que aparece em segundo com 23%. Atrás dos dois, os demais candidatos aparecem embolados em um segundo pelotão, liderado numericamente por Sergio Moro (sem partido), que registra 7%, seguido por Ciro Gomes (PDT), que aparece com 6%. Após os dois estão Luciano Huck, com 4%, João Doria (PSDB), com 3%, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e João Amoêdo (Novo), ambos com 2%. Os eleitores que votariam em branco, nulo ou que não escolheram candidato são 9%. Os que não sabem ou não responderam são 4%.

No segundo turno entre Lula e Bolsonaro, além dos 55% que votariam no petista, e dos 32% que escolheriam o atual presidente, há ainda 11% dos eleitores que votariam em branco ou nulo e 2% que não souberam ou não responderam.

A pesquisa Datafolha ouviu 2.071 brasileiros com 16 anos ou mais, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Vacina para os jornalistas

Em resposta aos jornalistas que solicitaram, através de ofício protocolado na Câmara com cópia para a Secretaria de Saúde, a antecipação da categoria na vacinação contra Covid, a coordenadora da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Juliana Loro e o diretor do Departamento de Saúde Coletiva, Nilton Junqueira informaram que são seguidas “as diretrizes do Ministério da Saúde, por meio da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações e do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis, da  Secretaria de Vigilância em Saúde”.

Na resposta ainda foram mais além informando que “neste momento é extremamente necessário o seguimento das prioridades elencadas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19”. Concluindo ressaltaram que é de interesse do PNI e do Ministério da Saúde ofertar a vacina Covid-19 a toda a população brasileira, a depender da produção e disponibilização das vacinas.

Como jornalistas, os profissionais e as empresas que assinaram o ofício deveriam estar informados e com pleno conhecimento de que o município segue o calendário de vacinação estabelecido pelo Ministério da Saúde. Tentar furar a fila não foi uma boa iniciativa.

Vereadores analisam como agrupar leis sem afetar o conteúdo

Na reunião da Comissão Especial de Estudos para Revisão Legal e Desburocratização, ontem, na Câmara, conduzida pelo vereador Kleber Silva, ficou definido que o grupo vai se reunir todas as quartas-feiras, às 13h30, com objetivo de traçar uma pauta para a condução dos trabalhos, o vereador Flávio Togni de Lima e Silva, sugeriu agrupar por áreas os temas para dar celeridade e focar no mesmo assunto. Sugeriu ainda que o primeiro tema seja a Código Tributário Municipal, que tem muitas leis avulsas.

“Podemos ter uma redução na legislação sem afetar o nosso sistema tributário municipal”, defendeu Flávio. O presidente da comissão Kleber Silva considerou válida a sugestão alegando que a dificuldade hoje é por conta da quantidade de leis soltas, que é muito grande e algumasobsoletas.

“Se começarmos pelo Código Tributário já vamos ter bastante serviço, com umas 5 ou 6 sessões trabalhando em cima disso”, afirmou, defendendo que em seguida eles trabalhem com o setor de saúde, após com as secretarias, já que em algumas há muita burocracia. Kleber defendeu também que na condução dos trabalhos será importante ouvir as classes envolvidas, como no Código Tributário escutar o Sindicato dos Contabilistas.

O vereador Douglas Dofu e o pastor Roberto concordaram com as colocações de Flávio e ficou definido que as pautas das sessões seguirão a sugestão do líder do prefeito na Câmara.

Curtas

* As 300 famílias do Condomínio Sonho Dourado I, que estão contando as horas para receber as chaves dos seus apartamentos, cuja entrega está atrasada há seis meses, terão que aguardar mais alguns dias antes de tomar posse daquilo que lhes pertence. Circulou ontem à noite a informação de que a solenidade para a entrega das chaves, que seriam entregues no próximo dia 21, foi adiada para o final do mês porque depende da agenda de uma autoridade do Ministério do Desenvolvimento (pode ser o ministro), que faz questão de estar presente à solenidade.

* O certo é que as famílias beneficiárias do condomínio não estão a fim de ouvir discursos de politicos e o que querem mesmo são as chaves das suas moradias próprias para sair do aluguel ou deixar de continuar morando de favor em casas de parentes. Aliás, pelas postagens no grupo de whatsapp das famílias, os políticos que comparecerem a solenidade correm sério risco de ouvir sonoras vaias, exceção, claro, daqueles que batalharam para que o problema que levou ao atraso fosse resolvido, ainda que em parte.

* O secretário de comunicação da Prefeitura, Paulo Ney, confirmou ontem que a administração municipal já tinha conhecimento da decisão do Ministério do Desenvolvimento sobre a entrega das chaves e só não divulgou antes atendendo a uma solicitação feita pela própria Caixa Federal, tendo em vista que a data ainda não estava definida porque dependia da agenda do representante do Ministério.

* O vereador pastor Wilson (DEM) apresentou e teve aprovada na Câmara uma Moção de Apelo ao Departamento Nacional de Infraestrutura em Transporte (DNIT), no sentido de que sejam realizadas obras para maior segurança na avenida Presidente Wenceslau Braz, na zona leste do município, onde já foram registrados inúmeros acidentes, dalguns com vítima fatal.

* Esta via de acesso ao Município e que é também uma rodovia federal, margeia diversos bairros da Zona Leste e tem tráfego intenso de pedestres e de veículos. Infelizmente, os acidentes com vítimas fatais são constantes no trecho, a exemplo do que aconteceu na semana passada.

* Ontem os vereadores Flávio Togni de Lima e Silva (PSDB), Douglas Dofu (DEM) e Kleber Silva (Novo), participaram, de uma reunião remota com representantes do DNIT ocasião em que reivindicaram passarela para travessia de pedestres, radares para fiscalização de velocidade e melhorias na sinalização.

* Qualquer cidadão que queira fazer uma denúncia envolvendo a pandemia da Covid-19 poderia utilizar o telefone 153 da guarda municipal que por sua vez, sem identificar o denunciante, redigia um e-mail que era enviado para o comitê que gerencia a pandemia. Ontem uma pessoa denunciou que a coisa não é bem assim, que a guarda municipal só aceita agora denúncia através de e-mail e não mais por telefone. Não seria mais lógico o próprio comitê reservar uma linha exclusiva para receber as denúncias?

* Na próxima terça-feira, dia 18, o Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserv) realiza assembleia geral extraordinária tendo como pauta a resposta do comando do executivo a pauta do acordo coletivo 2021/2022. Devido as restrições impostas pela pandemia, os interessados em participar da assembleia devem fazer suas inscrições por meio dos telefones do sindicato.

* Conhecido por ser um partido que costuma ficar em cima do muro, o PSDB ainda não definiu o que quer fazer na eleição de 2022. Segundo o deputado Paulo Abi-Ackel, o partido pode até laçar candidato a presidente e neste caso teria que resolver o que vai fazer em Minas, podendo lançar candidatura própria ou então se juntar a Alexandre Kalil, Romeu Zema ou Rodrigo Pacheco. Na verdade, os tucanos não têm é nomes em condições de concorrer tanto ao Palácio do Planalto como ao Governo de Minas.

* A julgar pelo noticiário do governo Romeu Zema, as Thermas Antonio Carlos, em Poços de Caldas, continuará servindo apenas para “dar banho nos paulistas”, como dizia um dos presidentes da Codmig/Codemge, que administra o balneário. Pela terceira vez o governador trocou o presidente das duas estatais, em mais uma tentativa de privatizá-las. Assumiu o posto Thiago Toscano, que presidia o INDI, em substituição a Fábio Amorim.

* Os vereadores Tiago Braz e DineyLenon estão pedindo informações ao Executivo sobre os contratos temporários dos servidores públicos municipais. Tiago explicou que pelo documento quer saber como é feito este processo e outras questões porque acha que é preciso rever a forma como ocorrem hoje as contratações.

* O vereador DineyLenon disse que chorou quando 10 famílias do Sonho Dourado foram à porta da Prefeitura se manifestar com faixas, cartazes e cobrar a entrega dos apartamentos e ouviram que a “manifestação de meia dúzia de pessoas era piada”. Lembrou o vereador que na época de eleição houve a promessa de que as famílias iriam passar o Natal em seus apartamentos, mas que até ontem estas mesmas famílias estavam entre o dilema de pagar aluguel ou comprar comida para os filhos”.

* O secretário de Defesa Social, Rafael Tadeu Conde de Maria, informou, ontem, que a prefeitura prorrogou para sexta-feira o prazo para que as empresas interessadas na licitação de contrato emergencial de transporte coletivo possam fazer suas propostas. O prazo seria encerrado no dia 11, mas apenas uma empresa manifestou interesse e por um valor acima do esperado pela administração municipal. O secretário informou ainda que caso não apareça outra empresa, o prefeito Sérgio Azevedo vai estudar qual medida tomar.

* Acreditar que ainda possa aparecer uma empresa que se disponha a assumir o serviço pelo mesmo valor da tarifa atual e por um prazo de apenas 120 dias, sinceramente, é acreditar que Papai Noel existe. Ou não?

* Em comemoração ao 13 de maio, Dia de São Benedito e que marcaria o último dia da festa que foi cancelada pelo segundo ano consecutivo por causa da pandemia, às 10h30 será celebrada missa em louvor ao santo, seguida por carreata que terá como trajeto o mesmo percurso que é feito pela procissão. Serão celebradas ainda outras duas missas, as 15h e 19h30 que serão transmitidas ao vivo pela página da igreja Nossa Senhora Aparecida no Facebook.

* O empresário mineiro Rubens Menin comprou a Rádio Itatiaia, a maior emissora de Minas Gerais. Os detalhes da negociação da emissora, que passa a ser controlada pelo fundador da MRV Engenharia e controlador da CNN Brasil, devem ser divulgados nesta quinta-feira.