Portal de Notícias e Web Rádio 

Agentes intensificam ações contra dengue

Agentes intensificam ações contra dengue

Os Agente de Combates às Endemias do setor de Vigilância Sanitária, da secretaria de Saúde estão realizando diversas ações de conscientização sobre o mosquito Aedes Aegypti pela cidade para combater...

ler mais
Cinema nas escolas

Cinema nas escolas

Os projetos Cine Caravana e Cine Caravana na Roça prosseguem nesta semana. A iniciativa leva sessões de cinema para escolas de Poços de Caldas. A realização é da Mamute Produções, por meio da Lei...

ler mais

IBGE: Poços é a terceira em Minas com melhor índice de esgotamento sanitário

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou na última sexta-feira, 23, o Censo Demográfico 2022 como um “raio-x” do país e os dados divulgados demonstram que o saneamento básico deixa muito a desejar. Entre as dezenas de informações sobre o assunto, evidenciam-se as desigualdades regionais, e resultam em um dado preocupante: 1 a cada 4 brasileiros vivem em condições precárias de esgoto.

Um recorte dos dados do Censo 2022 revela as condições de saneamento no Estado de Minas Gerais, e além das disparidades também existentes, elenca as 10 cidades mineiras com melhor índice de esgotamento sanitário:

1º) Santa Cruz de Minas – 8.109 habitantes – (99,52%)

2º) Ipatinga – 227.131 habitantes – (98,54%)

3º) POÇOS DE CALDAS – 169.838 habitantes – (97,97%)

4º) Lagoa da Prata – 51.412 habitantes – (97,40%)

5º) Araxá – 111.691 habitantes – (97,27%)

6º) Itaú de Minas – 16.108 habitantes (97,27%)

7º) Belo Horizonte −2.315.560 habitantes (97.23%)

8º) Uberaba −337.846 habitantes (97,18%)

9º) Capinópolis −14.655 habitantes (96,99%)

10º) Caxambu – 21.656 habitantes (96,92%)

Encontro comemorou os 44 anos do PT

O encontro do PT – Poços de Caldas no último dia 25, em comemoração aos 44 anos de fundação do partido, oportunizou os seguintes entendimentos:

  1. A demonstração de força de um encontro com cerca de oitenta militantes presentes revela os acertos estratégicos do partido nos últimos três anos.
  2. Os desafios da democracia determinam a imperiosa necessidade de união contra o fascismo e seus subprodutos regionais.
  3. Que tal unidade só será possível com diálogo franco e aberto, sem imposições de qualquer força política.
  4. Que é legítima toda manifestação de candidaturas majoritárias, como legítimos são os movimentos que busquem viabilizá-las.
  5. Que cada força política democrática tem seu tempo e trajetória de decisões.
  6. Que o PT aspira como qualquer outro partido o direito de apresentar uma candidatura para a construção de uma frente democrática e popular.
  7. Que o PT local realizará uma pré-convenção na última semana de abril para apontar sua proposta de candidaturas majoritária e proporcionais.

Secretaria nega atraso nos pagamentos para médicos

A Secretaria Municipal de Saúde negou atraso de pagamentos para os médicos que atuam na sala vermelha da UPA, no hospital Margarita Morales e no SAMU.

Em resposta ao vereador Silvio de Assis, do MDB, a secretaria informou que nenhuma prestação de serviços foi afetada e todos os pagamentos estão em dia.

“Na data da resposta deste requerimento (19 de fevereiro), todos os pagamentos estão em dia, considerando a latência prevista de 30 dias para entrega de planilhas das contratadas”, informou a secretaria, acrescentando que “embora tenha as portas abertas para todos os funcionários que prestam serviços às empresas e convênios, a responsabilidade de RH e Departamento Pessoal é das empresas contratadas”.

Quase mil refeições diárias

A Secretaria de Promoção Social informou que são servidas, em média, 989 refeições por dia para aproximadamente 881 frequentadores diários.

O restaurante possui 12 funcionários contratados e registrados pela empresa terceirizada SEPAT, sendo 2 cozinheiras, 7 auxiliares de cozinha, 1 estoquista, 1 nutricionista e 1 operadora de caixa.

“O tempo médio de atendimento desde a hora da compra do vale no caixa até ser atendido com a comida no prato é em torno de 15 à 20 minutos, dependendo do cardápio. O funcionamento está aceitável na sua média, devido ao grande número de usuários do dia”, garante a secretaria.

Calendário escolar municipal não coincide com o estadual

Já a Secretaria Municipal de Educação foi questionada se é possível rever o calendário escolar de 2024 de forma que o recesso do mês de julho possa coincidir com o calendário estadual.

“Não é possível. O município possui Sistema Municipal de Ensino próprio, instituído pela Lei Municipal 7947, de 2004. Além disso, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional os sistemas de ensino possuem liberdade de organização”, informou a secretaria, acrescentando que em reunião realizada em 21 de novembro de 2023, o calendário escolar foi aprovado pela presidente do Conselho Municipal de Educação e representantes das Câmaras de Educação Infantil, de Ensino Fundamental e Modalidades e de Análise, Legislação e Normas.

“Considerando que o calendário escolar deve abranger toda a rede municipal de ensino de Poços e ser dividido em dois semestres com 100 dias letivos, a quebra do segundo semestre com o recesso escolar no meio é antipedagógico, em especial para a modalidade de educação de jovens e adultos”, justificou a secretaria.

DMAE informa gastos com Congresso

Exercendo seu papel de fiscalizador da coisa pública, o vereador Lucas Arruda questionou o executivo a respeito dos gastos com a realização do 51º Congresso Nacional de Saneamento Básico da Assemae em Poços, de 18 a 22 de setembro do ano passado.

O DMAE informou que foram aproximadamente 2.500 congressistas pagantes, com ingressos variando de R$$ 600 a R$ 1.900,00, mas que não tem informação do valor total arrecadado pela organização do evento, a própria Associação.

“A participação da Prefeitura se deu através de convênio entre com o DMAE, onde através deste convênio foram repassados R$ 300 mil do Município para a autarquia que, por sua vez, repassou integralmente o valor para a associação a qual o DMAE é filiado com autorização de lei municipal”, informou o Departamento.

* O prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman (PSD), se lançou, nesta segunda-feira, como pré-candidato à reeleição. Ao lado do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, Fuad defendeu a formação de uma candidatura ampla. Sem citar possíveis composições de chapa, o prefeito da capital destacou ainda como uma de suas bandeiras, o legado deixado por seu antecessor, Alexandre Kalil (PSD).

* Convidados para a solenidade, estiveram presentes ao lançamento da candidatura de Fuad, o ex-deputado e assessor parlamentar do senador Rodrigo Pacheco, Geraldo Thadeu, mais o empresário Silvio José Ferreira e o ex-vereador Waldemar Antonio Lemes Filho. Na oportunidade bateram um longo papo com o deputado estadual Cássio Soares, presidente do PSD em Minas Gerais, além de Gilberto Kassab e o ministro Alexandre Silveira.

* O deputado Cássio falou sobre a visita que recebeu, em seu gabinete, do prefeito Sérgio Azevedo, acompanhado do secretário de governo Paulo Ney de Castro Júnior, estavam acompanhados por um colega do próprio legislativo, com atuação na região do sul de Minas. Foi ele quem bateu a foto dos visitantes, publicada no Instagram por Cássio Soares.

* Segundo os representantes de Poços de Caldas, foi Interessante ouvir do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, hoje ocupando o cargo de secretário de Governo e Relações Institucionais do Estado de São Paulo, que o critério de majoritário não se aplica em Poços porque o candidato a deputado federal pela legenda, Celso Donato, não foi eleito e que o majoritário na cidade continua sendo o deputado federal Stéfano Aguiar, empresário, pastor e político brasileiro, filiado ao Partido Social Democrático (PSD), que foi votado em Poços na última eleição. “Majoritário é quem foi eleito”, esclareceu Kassab.

* Após ouvir a explicação de Gilberto Kassab, presidente regional do PSD, Cássio Soares decidiu suspender por alguns dias a definição sobre a nova comissão executiva do partido em Poços de Caldas, que já estava pronta para ser publicada, com o secretário Thiago Mariano continuando na presidência da legenda.

* Na verdade, a chapa majoritária do grupo da situação em Poços já está praticamente definida e terá um candidato a prefeito (Júlio Freitas) do União Brasil como cabeça de chapa, e Paulo Ney (PSDB) como um provável candidato a vice. Caso o PSD se junte a coligação seria interessante, porque fortaleceria o candidato do União Brasil que tem o apoio do deputado estadual Rodrigo Lopes. Porém, o que se nota é que o prefeito Sérgio não demonstra muito entusiasmo em conquistar este apoio. Tanto assim que ontem, durante reunião dos prefeitos e candidatos do PSD as prefeituras, não enviou nenhum representante para a reunião com a direção nacional do partido.

* Ainda sobre o PSD, a reunião ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira não contará com as presenças dos vereadores Lucas Arruda e Tiago Braz, ambos filiados a Rede. Coincidência ou não, os dois estarão hoje em Belo Horizonte tratando de algumas emendas parlamentares. Devem, com certeza, aproveitar a estadia na capital mineira para tomar um café no gabinete do deputado Cássio Soares, uma vez que também estão na disputa para conquistar o PSD em Poços.

* Pelo menos 26 novas filiações foram registradas na tarde desta segunda-feira ao PSD em Minas durante evento realizado pela sigla em Belo Horizonte. Além de 19 prefeitos que já exercem mandatos pelo Estado e vão tentar a reeleição com a legenda, outros seis se juntaram ao partido para disputar as eleições de forma inédita. De acordo com o deputado estadual Cássio Soares, presidente do PSD em Minas, o número pode ser ainda maior, já que havia muito mais convidados do que o previsto inicialmente na convenção.

* A respeito da nota publicada no final de semana, sobre uma pesquisa que indica alta rejeição do ex-prefeito Eloisio do Carmo Lourenço, para concorrer as eleições de outubro, recebemos o seguinte esclarecimento: o presidente do PT de Poços, Paulo Tadeu, informa que não há nenhum distanciamento em relação a candidatura do ex-prefeito Eloisio, motivada por suposta rejeição, nem indisposição para negociações políticas. “O que existe, da nossa parte, é um trabalho para viabilizar uma candidatura própria a ser discutida com os partidos com quem dialogamos”, completou.

* Recebemos da empresa Viridis – Mining & Minerals, convite para a solenidade de assinatura do protocolo de intenções com o Município de Poços de Caldas e o Governo do Estado de Minas Gerais agendado para esta quinta-feira (29), no salão azul do Pálace Casino, as 13 horas

IBGE: Poços é a terceira em Minas com melhor índice de esgotamento sanitário

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou na última sexta-feira, 23, o Censo Demográfico 2022 como um “raio-x” do país e os dados divulgados demonstram que o saneamento básico deixa muito a desejar. Entre as dezenas de informações sobre o assunto, evidenciam-se as desigualdades regionais, e resultam em um dado preocupante: 1 a cada 4 brasileiros vivem em condições precárias de esgoto.

Um recorte dos dados do Censo 2022 revela as condições de saneamento no Estado de Minas Gerais, e além das disparidades também existentes, elenca as 10 cidades mineiras com melhor índice de esgotamento sanitário:

1º) Santa Cruz de Minas – 8.109 habitantes – (99,52%)

2º) Ipatinga – 227.131 habitantes – (98,54%)

3º) POÇOS DE CALDAS – 169.838 habitantes – (97,97%)

4º) Lagoa da Prata – 51.412 habitantes – (97,40%)

5º) Araxá – 111.691 habitantes – (97,27%)

6º) Itaú de Minas – 16.108 habitantes (97,27%)

7º) Belo Horizonte −2.315.560 habitantes (97.23%)

8º) Uberaba −337.846 habitantes (97,18%)

9º) Capinópolis −14.655 habitantes (96,99%)

10º) Caxambu – 21.656 habitantes (96,92%)

Encontro comemorou os 44 anos do PT

O encontro do PT – Poços de Caldas no último dia 25, em comemoração aos 44 anos de fundação do partido, oportunizou os seguintes entendimentos:

  1. A demonstração de força de um encontro com cerca de oitenta militantes presentes revela os acertos estratégicos do partido nos últimos três anos.
  2. Os desafios da democracia determinam a imperiosa necessidade de união contra o fascismo e seus subprodutos regionais.
  3. Que tal unidade só será possível com diálogo franco e aberto, sem imposições de qualquer força política.
  4. Que é legítima toda manifestação de candidaturas majoritárias, como legítimos são os movimentos que busquem viabilizá-las.
  5. Que cada força política democrática tem seu tempo e trajetória de decisões.
  6. Que o PT aspira como qualquer outro partido o direito de apresentar uma candidatura para a construção de uma frente democrática e popular.
  7. Que o PT local realizará uma pré-convenção na última semana de abril para apontar sua proposta de candidaturas majoritária e proporcionais.

Secretaria nega atraso nos pagamentos para médicos

A Secretaria Municipal de Saúde negou atraso de pagamentos para os médicos que atuam na sala vermelha da UPA, no hospital Margarita Morales e no SAMU.

Em resposta ao vereador Silvio de Assis, do MDB, a secretaria informou que nenhuma prestação de serviços foi afetada e todos os pagamentos estão em dia.

“Na data da resposta deste requerimento (19 de fevereiro), todos os pagamentos estão em dia, considerando a latência prevista de 30 dias para entrega de planilhas das contratadas”, informou a secretaria, acrescentando que “embora tenha as portas abertas para todos os funcionários que prestam serviços às empresas e convênios, a responsabilidade de RH e Departamento Pessoal é das empresas contratadas”.

Quase mil refeições diárias

A Secretaria de Promoção Social informou que são servidas, em média, 989 refeições por dia para aproximadamente 881 frequentadores diários.

O restaurante possui 12 funcionários contratados e registrados pela empresa terceirizada SEPAT, sendo 2 cozinheiras, 7 auxiliares de cozinha, 1 estoquista, 1 nutricionista e 1 operadora de caixa.

“O tempo médio de atendimento desde a hora da compra do vale no caixa até ser atendido com a comida no prato é em torno de 15 à 20 minutos, dependendo do cardápio. O funcionamento está aceitável na sua média, devido ao grande número de usuários do dia”, garante a secretaria.

Calendário escolar municipal não coincide com o estadual

Já a Secretaria Municipal de Educação foi questionada se é possível rever o calendário escolar de 2024 de forma que o recesso do mês de julho possa coincidir com o calendário estadual.

“Não é possível. O município possui Sistema Municipal de Ensino próprio, instituído pela Lei Municipal 7947, de 2004. Além disso, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional os sistemas de ensino possuem liberdade de organização”, informou a secretaria, acrescentando que em reunião realizada em 21 de novembro de 2023, o calendário escolar foi aprovado pela presidente do Conselho Municipal de Educação e representantes das Câmaras de Educação Infantil, de Ensino Fundamental e Modalidades e de Análise, Legislação e Normas.

“Considerando que o calendário escolar deve abranger toda a rede municipal de ensino de Poços e ser dividido em dois semestres com 100 dias letivos, a quebra do segundo semestre com o recesso escolar no meio é antipedagógico, em especial para a modalidade de educação de jovens e adultos”, justificou a secretaria.

DMAE informa gastos com Congresso

Exercendo seu papel de fiscalizador da coisa pública, o vereador Lucas Arruda questionou o executivo a respeito dos gastos com a realização do 51º Congresso Nacional de Saneamento Básico da Assemae em Poços, de 18 a 22 de setembro do ano passado.

O DMAE informou que foram aproximadamente 2.500 congressistas pagantes, com ingressos variando de R$$ 600 a R$ 1.900,00, mas que não tem informação do valor total arrecadado pela organização do evento, a própria Associação.

“A participação da Prefeitura se deu através de convênio entre com o DMAE, onde através deste convênio foram repassados R$ 300 mil do Município para a autarquia que, por sua vez, repassou integralmente o valor para a associação a qual o DMAE é filiado com autorização de lei municipal”, informou o Departamento.

* O prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman (PSD), se lançou, nesta segunda-feira, como pré-candidato à reeleição. Ao lado do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, Fuad defendeu a formação de uma candidatura ampla. Sem citar possíveis composições de chapa, o prefeito da capital destacou ainda como uma de suas bandeiras, o legado deixado por seu antecessor, Alexandre Kalil (PSD).

* Convidados para a solenidade, estiveram presentes ao lançamento da candidatura de Fuad, o ex-deputado e assessor parlamentar do senador Rodrigo Pacheco, Geraldo Thadeu, mais o empresário Silvio José Ferreira e o ex-vereador Waldemar Antonio Lemes Filho. Na oportunidade bateram um longo papo com o deputado estadual Cássio Soares, presidente do PSD em Minas Gerais, além de Gilberto Kassab e o ministro Alexandre Silveira.

* O deputado Cássio falou sobre a visita que recebeu, em seu gabinete, do prefeito Sérgio Azevedo, acompanhado do secretário de governo Paulo Ney de Castro Júnior, estavam acompanhados por um colega do próprio legislativo, com atuação na região do sul de Minas. Foi ele quem bateu a foto dos visitantes, publicada no Instagram por Cássio Soares.

* Segundo os representantes de Poços de Caldas, foi Interessante ouvir do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, hoje ocupando o cargo de secretário de Governo e Relações Institucionais do Estado de São Paulo, que o critério de majoritário não se aplica em Poços porque o candidato a deputado federal pela legenda, Celso Donato, não foi eleito e que o majoritário na cidade continua sendo o deputado federal Stéfano Aguiar, empresário, pastor e político brasileiro, filiado ao Partido Social Democrático (PSD), que foi votado em Poços na última eleição. “Majoritário é quem foi eleito”, esclareceu Kassab.

* Após ouvir a explicação de Gilberto Kassab, presidente regional do PSD, Cássio Soares decidiu suspender por alguns dias a definição sobre a nova comissão executiva do partido em Poços de Caldas, que já estava pronta para ser publicada, com o secretário Thiago Mariano continuando na presidência da legenda.

* Na verdade, a chapa majoritária do grupo da situação em Poços já está praticamente definida e terá um candidato a prefeito (Júlio Freitas) do União Brasil como cabeça de chapa, e Paulo Ney (PSDB) como um provável candidato a vice. Caso o PSD se junte a coligação seria interessante, porque fortaleceria o candidato do União Brasil que tem o apoio do deputado estadual Rodrigo Lopes. Porém, o que se nota é que o prefeito Sérgio não demonstra muito entusiasmo em conquistar este apoio. Tanto assim que ontem, durante reunião dos prefeitos e candidatos do PSD as prefeituras, não enviou nenhum representante para a reunião com a direção nacional do partido.

* Ainda sobre o PSD, a reunião ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira não contará com as presenças dos vereadores Lucas Arruda e Tiago Braz, ambos filiados a Rede. Coincidência ou não, os dois estarão hoje em Belo Horizonte tratando de algumas emendas parlamentares. Devem, com certeza, aproveitar a estadia na capital mineira para tomar um café no gabinete do deputado Cássio Soares, uma vez que também estão na disputa para conquistar o PSD em Poços.

* Pelo menos 26 novas filiações foram registradas na tarde desta segunda-feira ao PSD em Minas durante evento realizado pela sigla em Belo Horizonte. Além de 19 prefeitos que já exercem mandatos pelo Estado e vão tentar a reeleição com a legenda, outros seis se juntaram ao partido para disputar as eleições de forma inédita. De acordo com o deputado estadual Cássio Soares, presidente do PSD em Minas, o número pode ser ainda maior, já que havia muito mais convidados do que o previsto inicialmente na convenção.

* A respeito da nota publicada no final de semana, sobre uma pesquisa que indica alta rejeição do ex-prefeito Eloisio do Carmo Lourenço, para concorrer as eleições de outubro, recebemos o seguinte esclarecimento: o presidente do PT de Poços, Paulo Tadeu, informa que não há nenhum distanciamento em relação a candidatura do ex-prefeito Eloisio, motivada por suposta rejeição, nem indisposição para negociações políticas. “O que existe, da nossa parte, é um trabalho para viabilizar uma candidatura própria a ser discutida com os partidos com quem dialogamos”, completou.

* Recebemos da empresa Viridis – Mining & Minerals, convite para a solenidade de assinatura do protocolo de intenções com o Município de Poços de Caldas e o Governo do Estado de Minas Gerais agendado para esta quinta-feira (29), no salão azul do Pálace Casino, as 13 horas

Agentes intensificam ações contra dengue

Agentes intensificam ações contra dengue

Os Agente de Combates às Endemias do setor de Vigilância Sanitária, da secretaria de Saúde estão realizando diversas ações de conscientização sobre o mosquito Aedes Aegypti pela cidade para combater...

ler mais
Cinema nas escolas

Cinema nas escolas

Os projetos Cine Caravana e Cine Caravana na Roça prosseguem nesta semana. A iniciativa leva sessões de cinema para escolas de Poços de Caldas. A realização é da Mamute Produções, por meio da Lei...

ler mais
Bom dia

Bom dia

Com a entrada da Suécia para a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), a maior aliança militar do ocidente, temos a primeira grande derrota de Putin, desde a invasão da Ucrânia. Lembrando...

ler mais
Bom dia

Bom dia

Com a entrada da Suécia para a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), a maior aliança militar do ocidente, temos a primeira grande derrota de Putin, desde a invasão da Ucrânia. Lembrando...

ler mais