Brasil tem 486 mortes por coronavírus

O número de mortes por coronavírus no Brasil saltou 12,5% entre sábado e este domingo (5), conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta tarde pelo Ministério da Saúde. Desta forma, chegam a 486 os óbitos no país em decorrência da infecção. Os casos confirmados de Covid-19 chegaram a 11.130, segundo a pasta, que informou, ainda, que a taxa de letalidade no Brasil é de 4,4%. São Paulo segue sendo o estado com o maior número de pacientes infectados pelo novo coronavírus – 4.620 no total – e de mortos, 275.

 

Coronavírus já circula em 397 municípios

 Um mês após a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus no interior do país, 397 municípios fora as capitais e cidades das regiões metropolitanas já registram contaminação pela Covid-19, segundo levantamento do GLOBO com o auxílio das bases de dados Brasil. IO e Lagom Data. Em paralelo ao avanço da epidemia em centros como Rio, São Paulo e Fortaleza, o ritmo de contaminação também se acelerou em cidades de médio e pequeno porte na última semana. Nesse período, o número de municípios do interior com confirmação do vírus mais que duplicou, com novos registros em 222 cidades que até então não estavam nas estatísticas do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais.

 

Aulas em casa

Neste mês, mais da metade do ensino médio brasileiro terá aulas à distância por conta do novo coronavírus. Um levantamento com todas as redes estaduais de educação, feito por O GLOBO, mostrou que 15 delas decidiram realizar a reposição com algum método não presencial. Juntas, elas somam 4,2 milhões de alunos somente no ensino médio – o que corresponde a 57% dos cerca de 7,4 milhões de estudantes (incluindo as escolas privadas) nessa etapa.

 

Longe do vírus

Observadores mais atentos que continua achando que a China tem algo a ver com o surgimento do coronavírus, estão lembrando que, nessa pandemia, as cidades de Pequim e Xangai ficaram à distância, quase imunes à tragédia que assola especialmente a Europa. Para começo de conversa, Wuhan fica distante de Xangai 629 quilômetros e Pequim 1052 quilômetros. Pequim é a cidade onde mora todos os líderes da China, onde vivem militares e outros que controlam o poder no país e não há problemas econômicos.

 

Campanha da Fecomércio

A Fecomércio de São Paulo abriu uma campanha exigindo plano de retomada “que pressupõe a mobilização dos governos municipais, estaduais e federal com suas obrigações de Estado”. A entidade respeita a quarentena mas adverte que “as medidas são insuficientes e exigem definições mais claras e ágeis para serem implantadas”.

 

Imunizados

As Forças Armadas são um verdadeiro exemplo de contenção da pandemia. Até semana passada, nenhum caso da Covid-19 havia sido diagnosticado entre os militares da ativa. A cúpula das Forças Armadas não revela detalhe sobre o protocolo adotado.

 

Caneta contra estrelas

Sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo que algo subiu à cabeça de integrantes de seu governo e que “a hora deles vai chegar”, pois não tem “medo de usar a caneta”.”Algumas pessoas no meu governo algo subiu a cabeça deles. Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas, falam pelos cotovelos, tem provocações. A hora deles não chegou ainda. Vai chegar a hora deles. E a minha caneta funciona. Não tenho medo de usar a caneta, nem pavor. E ela vai ser usada para o bem do Brasil “, afirmou Bolsonaro.

‘Não ouvi’

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, se esquivou dos recados do presidente Jair Bolsonaro, que sinalizou que poderia demitir do governo quem está “se achando”. Questionado cerca de uma hora após as declarações, Mandetta afirmou que não tinha visto ainda a frase. “Eu estou dormindo”, disse, parecendo bocejar ao telefone. “Amanhã eu vejo, tá?”, completou, antes de encerrar a ligação. Mandetta e Bolsonaro têm divergido sobre estratégias de isolamento da população contra o novo coronavírus.

 

Todos terão contato

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, disse que a contaminação de toda a população pelo novo coronavírus é uma situação inevitável. A questão é a velocidade em que isso vai ocorrer, para que todos aqueles que precisarem de apoio médico possam encontrar a estrutura necessária. Gabbardo ponderou que, apesar da contaminação generalizada prevista no longo prazo, cerca de 86% dos infectados sequer vão perceber ou ter sintomas.

 

Política por telefone

Longe dos holofotes, os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, de 90 anos, e José Sarney, de 89, continuam fazendo política, mas à distância. Os dois têm conversado por telefone para lamentar as loucuras do presidente Jair Bolsonaro diante da crise do novo coronavírus, como chamá-lo de “gripezinha”. Telefonaram para Maia e aconselharam-no sobre como reagir ao vídeo de Bolsonaro conclamando a manifestação contra o Congresso no dia 15 de março.

 

Gabinete do ódio

A Assessoria Especial,que funciona no terceiro andar do Palácio do Planalto, conhecida como gabinete do ódio, está sendo repaginada na liderança e nas funções: os três filhos, Flávio, Eduardo e Carlos passaram a comandá-la conjuntamente, e todo o trabalho está voltado para a tentativa de obter lucro político com a desgraça do coronavírus: reverter a queda da popularidade do pai, que perde adeptos cada vez que abre a boca para falar da pandemia.

 

Pesquisa sobre renúncia

Um levantamento feito por telefone pelo Datafolha, divulgado neste domingo, mostra que 59% dos brasileiros são contra uma renúncia do presidente Jair Bolsonaro em meio ao combate à pandemia pela covid-19. Outros 37% são a favor, conforme vem sendo pedido por políticos da oposição. Outros 4% não sabem dizer.Para apenas 33% dos entrevistados, a gestão da crise sanitária é avaliada de forma positiva (boa ou ótima). Apesar de a minoria dos respondentes ter essa avaliação, a maioria acredita que o presidente tem condições de seguir liderando o País.

 

Remédio contra pulgas reduz carga viral

Pesquisadores da Universidade Monash, na Austrália, publicaram na sexta um estudo no qual indicam que o uso de um remédio antiparasitário (usado contra pulgas, por exemplo) diminuiu a quase zero o material viral do novo coronavírus em testes com células cultivadas em laboratório. O resultado deste primeiro teste foi uma redução de até 93% carga viral do novo coronavírus na célula infectada em 24h. Após 72h redução chegou a 99,9%. No entanto, ainda não se sabe se o efeito seria o mesmo em animais vivos. A ivermectina é um remédio considerado seguro para administração em humanos, mesmo em maiores doses.

 

Apoio a troca de mensagens

Na semana que passou, tanto o governador de São Paulo, João Doria, quanto o ex-presidente Lula fizeram postagens no Twitter. Dilma considera esse movimento, de troca de mensagens, como “absolutamente correto”. A ex-presidente argumenta que “todos estamos no mesmo barco”. Ela diz que “tanto o governador Doria e vários outros têm tido uma ação de preservação da vida, da saúde” e vê os governadores “inteiramente preocupados com a vida e a sobrevivência do povo brasileiro”.

Executivo perde maioria na Câmara

 

Como se costuma dizer em linguagem futebolística, o jogo só termina quando o juiz apita, portanto, gol marcado até o último minuto do segundo tempo é válido. O troco prometido pelo pessoal do grupo “Preocupados com Poços” para o PSDB pela tentativa de desestruturar a chapa de vereadores do Republicanos acabou chegando antes do apito final para o encerramento das filiações partidárias que aconteceu no último sábado, dia 4.

Mordidos por causa do que classificam como “campanha sórdida”, liderada pelo trio Sérgio/Celso/Paulinho, os comandantes do “Preocupados com Poços” foram à forra e conseguiram tirar o vereador Pedro Magalhães do PSDB, fazendo com que assinasse a ficha de filiação no Republicanos.

Com isso a situação para a administração municipal nesses nove meses que restam para o término do mandato se complicou porque ficou sem a maioria na Câmara e dos treze vereadores que compunha a bancada inicial do governo, restam agora apenas seis integrantes o que faz prever dias difíceis para o executivo nesta reta final de mandato.

Com a vinda do vereador Pedro Magalhães para o grupo, a bancada do “Preocupados com Poços” conta agora com cinco integrantes assim distribuídos, Carlos Roberto e Marcelo Heitor (PSC), Pedro Magalhães (Republicanos), Joaquim Alves e Paulo Eustáquio (MDB).

Gustavo Bonafé deixou o PSDB e se filiou ao PDT, enquanto que o vereador Lucas Arruda (Rede), dá sinais claro de que já não reza mais na cartilha da administração. Somados com os petistas Paulo Tadeu e Ciça, são nove vereadores contra apenas seis que permanecem fiéis ao governo, Antonio Carlos Pereira, pastor Wilson e Ligia Podestá (DEM), mais Ricardo Sabino, Alvaro Cagnani e Mauro Ivan (PSDB).

Para o ex-prefeito Luiz Antonio Batista, o grupo “Preocupados com Poços” segue firme “com um projeto que busca a recuperação das contas públicas, detonadas irresponsavelmente nas três últimas administrações, e um plano adequado para a reconstrução da estrutura administrativa da cidade que permita a retomada do crescimento e desenvolvimento do município. Esperamos conquistar a confiança de nossa população”, diz ele.

 

Onde mora o perigo

No frigir dos ovos, no que diz respeito ao fortalecimento das chapas de partidos aliados para disputa de vagas na Câmara Municipal, o PSDB acabou fortalecido por ter conquistado alguns candidatos com bom potencial de votos, embora tenha perdido dois vereadores (Gustavo Bonafé e Pedro Magalhães) e conquistado um (Mauro Ivan). Os tucanos têm ainda o apoio dos Democratas que tem, sem nenhuma dúvida, a chapa com os melhores nomes, entre eles do ex-secretário de esportes Welington Guimarães, o “Paulista”, que pode ser inclusive indicado para vice do prefeito Sérgio.

O Republicanos, que lidera o grupo “Preocupados com Poços” também se fortaleceu com algumas conquistas, entre elas o vereador Pedro Magalhães e outros bons candidatos, como o ex-vereador Marcus Togni Urutu e Gisele D’ávila, irmã do saudoso vereador José Nivaldo. Mas a maior conquista do grupo foi, sem dúvida, o apoio do PSC dos vereadores Carlos Roberto e Marcelo Heitor, além do seu experiente presidente, Wanderlei Monteiro. Fora isso o grupo ainda levou para o PTB nomes para compor uma chapa que reúne condições de conquistar pelo menos uma cadeira no legislativo.

Pelos lados do PSB, do ex-prefeito Eloisio Lourenço, segundo informações, a esperança também é a de conquistar uma ou duas cadeiras no legislativo com bons candidatos que vieram do PT, entre eles Rogério Carrilo, que já foi vereador.

Um problema que pode despertar a atenção dos eleitorados é que até aqui, a disputa pela sucessão municipal se resume na disputa entre ex-prefeitos (Eloisio, Geraldo e o próprio Sérgio Azevedo que estará no fim do seu mandato), além de Luiz Antonio Batista, líder do grupo “Preocupados com Poços” e Ulisses Guimarães, ex-prefeito de Caldas e candidato a vice, não podendo ficar de fora o também ex-prefeito Paulinho Courominas que se transformou em um dos principais articuladores para a reeleição do prefeito Sérgio. Temos também o petista Paulo Tadeu para engrossar a discussão.

São muitos ex-prefeitos participando de uma eleição e com isso existe a certeza de que muita roupa suja será lavada durante a campanha. O bate-boca e acusações mútuas desagradam o eleitor que, cansado da velha política, pode adotar um candidato sem essas amarras. É justamente aí que mora o perigo, um candidato novo, com experiência administrativa e com uma boa proposta de governo pode ir comendo pelas beiradas e acabar sendo eleito. Já assistimos esse mesmo filme algumas vezes.

 

Nova politica

Aqueles que achavam que o Jovem Eduardo Junqueira Dias (PDT) passaria despercebido como coadjuvante nas Eleições deste ano deverá se surpreender.  O jovem demonstrou grande habilidade e liderança política e filiou em seu partido 2(dois) ex-secretários da atual administração, Thiago Biagioni secretário destaque na Secretaria de Serviços Públicos e Luzia Martins (Promoção Social),de quebra levou também coordenadora de educação Michele Santana e o Vereador Gustavo Bonafé que deixará o partido com um representante na Câmara Municipal. Para além dos que compunham a administração, Eduardo trouxe filiados de diversos partidos para somarem no projeto. Contará em seus quadros de filiados Vinicius Gadbem, da OAB, o fundador do Clube de Empresários, Rubens Mussolin e o conceituado empresário Flavio Delgado, do grupo Monreale.

 

Câmara vai devolver dinheiro

Com objetivo de aliviar a crise nas finanças municipais que deve se agravar ainda mais a partir de agora com os efeitos da pandemia do coronavírus e a suspensão do recolhimento do ICMS e ISS para os empresários que optaram pelo Simples Nacional, a mesa diretora da Câmara está convocando uma entrevista coletiva para esta segunda-feira, às 15 horas, quando o presidente da Casa, vereador Carlos Roberto Costa, fará a entrega para o prefeito municipal de um cheque para restituir ao executivo recursos que não foram utilizados pelo legislativo no presente exercício.

Eleição em dezembro?

 

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cogitam adiar as eleições municipais de outubro para dezembro, devido à pandemia do coronavírus. A decisão sobre a data das votações deve ser tomada entre fim de maio e início de junho, a depender da situação sanitária do país. Ainda que o quadro não esteja definido, os ministros descartam a possibilidade de prorrogação dos mandatos. Isso aconteceria se as eleições fossem reagendadas para 2021. Ou se houvesse unificação com as eleições gerais de 2022.

“A saúde pública, a saúde da população é o bem maior a ser preservado. Por isso, no momento certo será preciso fazer uma avaliação criteriosa acerca desse tema do adiamento das eleições. Mas nós estamos em abril. O debate ainda é precoce. Não há certeza de como a contaminação vai evoluir. Na hipótese de adiamento, ele deve ser pelo período mínimo necessário para que as eleições possam se realizar com segurança para a população. Estamos falando de semanas, talvez dezembro”, disse o ministro Luís Roberto Barroso, que vai presidir o TSE a partir de maio.

 

Linha direta

Poucos sabem, mas o empresário Waldir Miguel e o seu irmão Waldemar são amigos de longa data do general Braga Neto, considerado hoje como o homem mais forte do governo, depois do presidente Jair Bolsonaro. Além de trocar telefonemas constantes, Waldir já recebeu o general diversas vezes em Poços de Caldas e quando aqui vem, ele faz questão de ir acompanhado do empresário até um alambique próximo a Machado onde tem uma cachaça “da boa”.

Foi exatamente um vídeo gravado pelo empresário, que é presidente do sindicato de hotéis e encaminhado ao general, que o presidente assistiu, antes de fazer o pronunciamento em que demonstrou preocupação com o isolamento social e a quebradeira do comércio e das empresas. Os irmãos Miguel são proprietários da maior rede privada de hotéis, com mais de sessenta unidades, boa parte já fechada devido à ausência de hóspedes.

 

Mensagem da Santa casa

 

 

Adiado prazo para recolhimento de impostos

Estados e municípios aceitaram adiar os prazos para recolhimento de impostos cobrados por governos regionais dentro do Simples Nacional. A medida, antecipada amplia o universo de impostos que podem ser postergados. Decisão anterior já havia sido tomada para a parcela de tributos federais do regime como forma de mitigar os efeitos da paralisação forçada da economia para frear a contaminação do coronavírus. O Simples é um sistema que unifica a cobrança de oito impostos. Além de seis tributos federais, engloba o ICMS, cobrado por estados, e o ISS, pelos municípios. Podem optar pelo regime empresas com faturamento de até R$ 4,8 milhões.

A medida também facilita a operação de suspensão do recolhimento dos impostos. Antes, o empresário teria que emitir uma guia desmembrada e pagar somente o ICMS e ISS, descontando os impostos federais. Assim, essa burocracia foi totalmente extinta. Todo o pagamento do imposto devido pelo empresário está adiado por três meses.

 

Tudo dominado

Muita gente andou tentando tomar conta do PSL em Poços, porém, a julgar pelas declarações do pessoal ligado ao grupo “Preocupados com Poços”, o ex-partido do presidente Bolsonaro em Poços continua nas mãos do suplente de deputado estadual Ulisses Guimarães, que é amigo do ministro do turismo, Marcelo Alvaro, o todo poderoso do PSL em Minas.

O mais interessante é que Elias, irmão do Ulisses é o presidente da Comissão Provisória e chefe de gabinete do ex-deputado Carlos Melles, presidente do Sebrae nacional. E Melles, que é amigo do vereador Antonio Carlos Pereira, é desafeto do ex-deputado Geraldo Thadeu, pré-candidato a prefeito com apoio do partido presidido pelo seu chefe de gabinete. Só para lembrar, durante seu segundo mandato, quando ambos eram deputados, Geraldo deu um chute nos fundilhos (bunda, para ser mais claro) do colega de Câmara, após uma acalorada discussão.

Doação proibida

 

Os deputados federais do Novo estão na bronca e com muita razão. Vejam só o absurdo, eles queriam o direito de doar os seus R$87 milhões do Fundo Partidário e Fundão para a saúde, mas foram impedidos pela mesa diretora da Câmara Federal. Recorreram a uma PEC para ser incluída no “Orçamento de guerra” e aí a Mesa Diretora alegou que o destaque fugia da temática e não colocou para votação. O partido questiona se faz sentido negar R$ 87 milhões para o combate a doença que se alastra em todo o planeta.

 

Mais essa…

As coisas já não andam boas para os petistas e podem piorar ainda mais com a decisão do vice-procurador geral eleitoral Renato Brill de Góes que deu parecer favorável a uma ação apresentada no último dia 27 pedindo o cancelamento da legenda. Especialistas em Direito Eleitoral avaliam que o Partido dos Trabalhadores poderá sim, perder o registro na Justiça Eleitoral e, conseqüentemente, ser extinto se ficar comprovado que a legenda recebeu recursos de origem estrangeira ou que o suposto caixa 2 pagou contas da agremiação.

 

Incêndio em barracão

Um incêndio ocorrido na noite de ontem no barracão da Associação de Catadores Ação Reciclar, no bairro Philadelphia, na zona leste da cidade, destruiu um caminhão e uma empilhadeira. O Corpo de Bombeiros foi acionado pelos moradores da região, foi ao local e apagou o fogo. O presidente da associação, Luiz Antonio Oliveira, que avalia um prejuízo em torno de R$120 mil, acredita em ação criminosa, uma vez que foram encontradas manchas de sangue no local, que, segundo ele, é invadido constantemente por usuários de drogas.

 

Prorrogação para pagamento

 

Em função dos impactos da pandemia do Covid-19, o Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) aprovou, em reunião presencial, a Resolução CGSN nº 154, de 03 de abril de 2020, que prorroga o prazo para pagamento dos tributos no âmbito do Simples Nacional.

Para os Microempreendedores Individuais (MEI), todos os tributos apurados no Programa Gerador do DAS-MEI (PGMEI), ou seja, os tributos federal (INSS), estadual (ICMS) e municipal (ISS) ficam prorrogados por 6 meses da seguinte forma:

  1. a) o Período de Apuração Março de 2020, com vencimento original em 20 de abril de 2020, vencerá em 20 de outubro de 2020;
  2. b) o Período de Apuração Abril de 2020, com vencimento original em 20 de maio de 2020, vencerá em 20 de novembro de 2020;
  3. c) o Período de Apuração Maio de 2020, com vencimento original em 22 de junho de 2020, vencerá em 21 de dezembro de 2020.

Para os demais optantes do Simples Nacional, o ICMS e o ISS apurados no Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório (PGDAS-

  1. D) ficam prorrogados por 3 meses da seguinte forma:
  2. a) o Período de Apuração Março de 2020, com vencimento original em 20 de abril de 2020, vencerá em 20 de julho de 2020;
  3. b) o Período de Apuração Abril de 2020, com vencimento original em 20 de maio de 2020, vencerá em 20 de agosto de 2020;
  4. c) o Período de Apuração Maio de 2020, com vencimento original em 22 de junho de 2020, vencerá em 21 de setembro de 2020.

A prorrogação em 6 meses dos tributos federais dos demais optantes do Simples Nacional foi mantida pelo Comitê-Gestor, ou seja:

  1. a) o Período de Apuração Março de 2020, com vencimento original em 20 de abril de 2020, vencerá em 20 de outubro de 2020;
  2. b) o Período de Apuração Abril de 2020, com vencimento original em 20 de maio de 2020, vencerá em 20 de novembro de 2020;
  3. c) o Período de Apuração Maio de 2020, com vencimento original em 22 de junho de 2020, vencerá em 21 de dezembro de 2020.

Ato Declaratório Executivo da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil orientará os procedimentos operacionais a serem adotados pelos contribuintes para cumprimento dos efeitos da Resolução.

A Resolução CGSN nº 154, de 03 de abril de 2020, foi encaminhada para publicação no Diário Oficial da União. Fonte: Delegacia da Receita Federal em Poços de Caldas.

 

Horário do CEASA esta semana

O Centro de Abastecimento de Poços de Caldas – CEASA Poços – informa os horários de funcionamento durante a Semana Santa. Não haverá comercialização na Sexta-feira da Paixão, dia 10/04. Já na segunda-feira (06) e na quarta-feira (08), o CEASA funciona em horário normal, das 5h às 10h.

O Centro Regional de Abastecimento – CEASA Poços – tem a finalidade de comercializar hortifrutigranjeiros no atacado. O local é aberto a pessoas físicas e jurídicas e funciona as segundas, quartas e sextas-feiras, na Avenida Presidente Wenceslau Braz, 2222 – Campos Elíseos. O telefone é o 35 3697-2195.

É possível acompanhar as cotações diárias do CEASA pelo sistema de acompanhamento de preços na internet, disponível no site da Prefeitura www.pocosdecaldas.mg.gov.br/ceasa. Os dados são lançados até 7 horas da manhã, ainda durante o funcionamento do CEASA, atendendo a demanda de interessados em realizar a compra dos produtos hortifrutigranjeiros.

Serviço

Funcionamento do CEASA durante a Semana Santa

06/04 – 2ª feira – Horário normal

08/04 – 4ª feira – Horário normal

10/04 – 6ª feira – NÃO HAVERÁ COMERCIALIZAÇÃO.

Santa Casa conserta tomógrafo

Com doação de R$ 60 mil da Fundação Curimbaba, a Santa Casa de Poços conseguiu realizar a manutenção de seu aparelho de tomografia que apresentou defeito na última semana e é de vital importância para realização do diagnóstico de pacientes com Coronavírus.

Este equipamento, além de ser imprescindível durante a pandemia, também auxilia em inúmeros outros diagnósticos e é fundamental para a realização de exames em pacientes oncológicos em tratamento no Cacon.

A arquiteta do Hospital, Natália Siqueira, destaca que diante de todo esse cenário de pandemia e de dificuldades, a Santa Casa de Poços de Caldas  se sente abraçada por diversas empresas que estão colaborando no processo de ampliação do Hospital para disponibilização de mais leitos e manutenção de equipamentos fundamentais.

“Temos uma  parceria antiga com a Fundação Curimbaba que sempre nos apoia nos momentos de maiores dificuldades. Por meio da doação feita foi possível realizar a manutenção do equipamento e substituir duas peças de vital importância, além de realizar a calibração e troca de todas as baterias do nobreak do servidor do equipamento. Essa iniciativa possibilita o tratamento adequado dos pacientes que precisam de tomografia, inclusive os pacientes oncológicos que precisam muito desse exame” explica a arquiteta do Hospital. (Rafael Santos).

Fechar Menu