Preparação para a volta às aulas

A secretária municipal de Educação, professora Maria Helena Braga, reafirmou ontem a volta as aulas no dia 2 de agosto nas redes municipal, estadual e particular de ensino, de forma escalonada, sendo que a cada duas semanas serão acrescentadas algumas séries. Na rede municipal as aulas começarão as 07h30, com exceção do ensino médio que tem início às 7h no Colégio Municipal José Vargas de Souza.

Será aula de meia hora, sendo que o professor vai completar a aula com atividades para o aluno. Ás 10 horas será servida a merenda e o aluno em seguida será dispensado. A refeição será servida nas salas pela empresa SHA. Nas unidades de educação infantil a refeição será servida pela própria merendeira e o aluno também será dispensado em seguida.

“Com isso haverá tempo para desinfetar todas as salas e banheiros para reinício das aulas às 13 horas”, explicou Maria Helena.  Ontem começaram a ser enviados às unidades escolares: máscaras de acrílico, água sanitária, pano de chão, álcool em gel, sabonete liquido e papel toalha. O secretário de Saúde, Carlos Mosconi, afirmou que houve uma diminuição muito expressiva de contaminação do vírus e de ocupação de leitos e que estão sendo tomados todos os cuidados para o retorno às aulas. “Estávamos esperando a primeira dose da vacina, o que já foi feito e que confere um grau de imunização para os professores. Todo este contingenciamento, preparo, está sendo feito com muito cuidado afim de que o risco seja muito pequeno, tanto para os professores, quanto para os alunos”, afirmou.

Prefeitura facilita pagamentos de dívidas

O secretário da Fazenda, Alexandre Lino, afirmou que a intenção do prefeito Sérgio Azevedo, neste momento de pandemia, é tentar flexibilizar as dificuldades que os contribuintes têm em arcar com suas obrigações financeiras junto à prefeitura. O Refis municipal veio para amortizar juros e multas com parcelamento em longo prazo.

“A pessoa que tem seu débito na prefeitura pode quitá-lo com uma redução significativa. É um benefício para o contribuinte para que ele possa pagar com juros menores e podendo parcelar também”, explicou o secretário. De acordo com ele, a maioria das dívidas são provenientes de atraso no pagamento IPTU, além de ISSQN, ITBI e outros tributos que o município gerencia. A respeito das multas, Alexandre disse que ela não entra no Refis, mas pode ser parcelada. “A multa não tem isenção dos valores, por ser uma punição”, informou, acrescentando que quem aderir ao Refis e deixar de pagar por 3 meses, perde o direito a ele.

Mudanças no parcelamento

No passado, segundo o secretário, o município tinha um passivo grande de pessoas que entravam no Refis ou parcelavam dívidas na Prefeitura, pagavam uma parcela e o documento que necessitavam eram liberados, mas não pagavam as outras parcelas. Quando precisavam do documento novamente, parcelavam e de novo pagavam apenas uma parcela.  Isso acabou gerando até contratempo judicial, porque os procuradores da Prefeitura entravam na Justiça, o devedor quitava uma parcela e o processo era retirado, mas a dívida não era paga após a retirada. A partir dai o município passou a agir como a Receita Federal, se o contribuinte fizer um parcelamento sem problema, mas se for reparcelar será exigido o pagamento de 20% da entrada sobre o débito total.

“O Refis não entra nesta questão, os convencionais sim. Fizemos isso para moralizar o trâmite e está tendo uma boa aceitação. As pessoas têm compreendido e se programam melhor para evitar este tipo de coisa”, explicou o secretário Alexandre Lino.

* Em politica nada é definitivo e o cenário pode mudar de uma hora para outra, mas pelo andar da carruagem, a sucessão estadual está definida com dois candidatos que pretendem concorrer ao Palácio da Liberdade, Romeu Zema (Movo), que vai tentar a reeleição tendo na vice provavelmente seu secretário de governo Mateus Simão, e como candidato ao Senado, Salim Mattar. Outro candidato é o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), com Agostinjho Patrus (PV), de vice e Antonio Anastasia (PSD), como candidato ao Senado.

* No que diz respeito a Presidência da República, o nome do senador Rodrigo Pacheco (DEM) está se consolidando como candidato, devendo mudar de partido e se filiar ao PSD. Uma outra hipótese na disputa pelo Governo do Estado seria uma composição de Zema com Rodrigo Pacheco e Kalil desistindo da disputa para permanecer mais dois anos na prefeitura de Belo Horizonte. Zema é próximo de Bolsonaro, mas como a chance de reeleição do presidente é cada dia menor, o governador pode até aderir ao chamado “acordão” de Minas.Esta possibilidade talvez explique o fato de que Kalil, de uns dias para cá, já não demonstra o mesmo entusiasmo em concorrer ao governo do estado.

* Como estratégia para tornar o secretário de governo Celso Donato mais conhecido o prefeito Sérgio Azevedo tem carregado seu assessor por todo lado, além de gravar vídeos para a internet sempre em companhia do secretário. Além dessa estratégia, Celso é quem está encarregado das tratativas para atender os vereadores e sempre que possível faz visitas com eles aos bairros.

* Com a vacinação avançando e os casos de contaminação pelo coronavirus em baixa, a cidade começa a retomar o ritmo normal alguns dos participantes da chamada Santa Ceia, reunião de amigos da terceira idade que acontece toda manhã em um café da Rua Prefeito Chagas, já admitem a hipótese de retomar as reuniões para colocar a conversa em dia. As mesas e as cadeiras já estão lá, à espera do grupo.

 

* Nesta quinta-feira, nosso amigo Glaucir Antunes Modesto comemora o primeiro aniversário do programa “Amigo Promotor”, apresentado por ele todas as manhãs, a partir das 10h30m, na Rádio Studio, emissora de FM com estúdios localizados no conjunto habitacional Dr. Pedro Affonso Junqueira, zona sul. Trata-se de um programa de utilidade pública que como ele mesmo diz, começou sem muita pretensão e se tornou um sucesso de audiência e já conquistou muitos benefícios para aquela região da cidade.

* Não é apenas o prefeito de Poços que está priorizando a construção de novas ciclovias. Nas vizinhas cidades de Águas da Prata e São João da Boa Vista, o assunto também é a construção de uma ciclovia que vai ligar os dois municípios, acompanhando a linha do trem. Uma reunião virtual foi realizada para discutir a implantação da ciclovia às margens da linha férrea operada pela empresa VLI. O encontro definiu os próximos passos das administrações de ambas as cidades para a viabilização do projeto.

* A necessidade de reter água nos reservatórios das hidrelétricas tem produzido um volume recorde de consumo diário de energia gerada de fontes térmicas. Na semana passada, de cada 100 lâmpadas acesas no Brasil, 32 se alimentavam da queima de gás, óleo diesel, biomassa e carvão, além de fonte nuclear. Na última década, ocorreram apenas três ocasiões em que as térmicas responderam sozinhas por um terço da produção diária de energia.

*A licitação na modalidade concorrência pública do tipo técnica e preço, visando a contratação dos serviços de publicidade, por meio de uma agência de publicidade para divulgação de ações do legislativo, que deveria ter sido realizada no dia 29 de abril, sofreu uma alteração e a abertura do certame licitatório e está marcada para às 10 horas do dia 03 de agosto, mesma data de retorno das sessões ordinárias. O valor antes estimado de contratação que era de R$ 600 mil por 12 meses teve uma redução para R$ 450 mil. As demais condições do edital permaneceram a mesmas. 

Preparação para a volta às aulas

A secretária municipal de Educação, professora Maria Helena Braga, reafirmou ontem a volta as aulas no dia 2 de agosto nas redes municipal, estadual e particular de ensino, de forma escalonada, sendo que a cada duas semanas serão acrescentadas algumas séries. Na rede municipal as aulas começarão as 07h30, com exceção do ensino médio que tem início às 7h no Colégio Municipal José Vargas de Souza.

Será aula de meia hora, sendo que o professor vai completar a aula com atividades para o aluno. Ás 10 horas será servida a merenda e o aluno em seguida será dispensado. A refeição será servida nas salas pela empresa SHA. Nas unidades de educação infantil a refeição será servida pela própria merendeira e o aluno também será dispensado em seguida.

“Com isso haverá tempo para desinfetar todas as salas e banheiros para reinício das aulas às 13 horas”, explicou Maria Helena.  Ontem começaram a ser enviados às unidades escolares: máscaras de acrílico, água sanitária, pano de chão, álcool em gel, sabonete liquido e papel toalha. O secretário de Saúde, Carlos Mosconi, afirmou que houve uma diminuição muito expressiva de contaminação do vírus e de ocupação de leitos e que estão sendo tomados todos os cuidados para o retorno às aulas. “Estávamos esperando a primeira dose da vacina, o que já foi feito e que confere um grau de imunização para os professores. Todo este contingenciamento, preparo, está sendo feito com muito cuidado afim de que o risco seja muito pequeno, tanto para os professores, quanto para os alunos”, afirmou.

Prefeitura facilita pagamentos de dívidas

O secretário da Fazenda, Alexandre Lino, afirmou que a intenção do prefeito Sérgio Azevedo, neste momento de pandemia, é tentar flexibilizar as dificuldades que os contribuintes têm em arcar com suas obrigações financeiras junto à prefeitura. O Refis municipal veio para amortizar juros e multas com parcelamento em longo prazo.

“A pessoa que tem seu débito na prefeitura pode quitá-lo com uma redução significativa. É um benefício para o contribuinte para que ele possa pagar com juros menores e podendo parcelar também”, explicou o secretário. De acordo com ele, a maioria das dívidas são provenientes de atraso no pagamento IPTU, além de ISSQN, ITBI e outros tributos que o município gerencia. A respeito das multas, Alexandre disse que ela não entra no Refis, mas pode ser parcelada. “A multa não tem isenção dos valores, por ser uma punição”, informou, acrescentando que quem aderir ao Refis e deixar de pagar por 3 meses, perde o direito a ele.

Mudanças no parcelamento

No passado, segundo o secretário, o município tinha um passivo grande de pessoas que entravam no Refis ou parcelavam dívidas na Prefeitura, pagavam uma parcela e o documento que necessitavam eram liberados, mas não pagavam as outras parcelas. Quando precisavam do documento novamente, parcelavam e de novo pagavam apenas uma parcela.  Isso acabou gerando até contratempo judicial, porque os procuradores da Prefeitura entravam na Justiça, o devedor quitava uma parcela e o processo era retirado, mas a dívida não era paga após a retirada. A partir dai o município passou a agir como a Receita Federal, se o contribuinte fizer um parcelamento sem problema, mas se for reparcelar será exigido o pagamento de 20% da entrada sobre o débito total.

“O Refis não entra nesta questão, os convencionais sim. Fizemos isso para moralizar o trâmite e está tendo uma boa aceitação. As pessoas têm compreendido e se programam melhor para evitar este tipo de coisa”, explicou o secretário Alexandre Lino.

* Em politica nada é definitivo e o cenário pode mudar de uma hora para outra, mas pelo andar da carruagem, a sucessão estadual está definida com dois candidatos que pretendem concorrer ao Palácio da Liberdade, Romeu Zema (Movo), que vai tentar a reeleição tendo na vice provavelmente seu secretário de governo Mateus Simão, e como candidato ao Senado, Salim Mattar. Outro candidato é o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), com Agostinjho Patrus (PV), de vice e Antonio Anastasia (PSD), como candidato ao Senado.

* No que diz respeito a Presidência da República, o nome do senador Rodrigo Pacheco (DEM) está se consolidando como candidato, devendo mudar de partido e se filiar ao PSD. Uma outra hipótese na disputa pelo Governo do Estado seria uma composição de Zema com Rodrigo Pacheco e Kalil desistindo da disputa para permanecer mais dois anos na prefeitura de Belo Horizonte. Zema é próximo de Bolsonaro, mas como a chance de reeleição do presidente é cada dia menor, o governador pode até aderir ao chamado “acordão” de Minas.Esta possibilidade talvez explique o fato de que Kalil, de uns dias para cá, já não demonstra o mesmo entusiasmo em concorrer ao governo do estado.

* Como estratégia para tornar o secretário de governo Celso Donato mais conhecido o prefeito Sérgio Azevedo tem carregado seu assessor por todo lado, além de gravar vídeos para a internet sempre em companhia do secretário. Além dessa estratégia, Celso é quem está encarregado das tratativas para atender os vereadores e sempre que possível faz visitas com eles aos bairros.

* Com a vacinação avançando e os casos de contaminação pelo coronavirus em baixa, a cidade começa a retomar o ritmo normal alguns dos participantes da chamada Santa Ceia, reunião de amigos da terceira idade que acontece toda manhã em um café da Rua Prefeito Chagas, já admitem a hipótese de retomar as reuniões para colocar a conversa em dia. As mesas e as cadeiras já estão lá, à espera do grupo.

 

* Nesta quinta-feira, nosso amigo Glaucir Antunes Modesto comemora o primeiro aniversário do programa “Amigo Promotor”, apresentado por ele todas as manhãs, a partir das 10h30m, na Rádio Studio, emissora de FM com estúdios localizados no conjunto habitacional Dr. Pedro Affonso Junqueira, zona sul. Trata-se de um programa de utilidade pública que como ele mesmo diz, começou sem muita pretensão e se tornou um sucesso de audiência e já conquistou muitos benefícios para aquela região da cidade.

* Não é apenas o prefeito de Poços que está priorizando a construção de novas ciclovias. Nas vizinhas cidades de Águas da Prata e São João da Boa Vista, o assunto também é a construção de uma ciclovia que vai ligar os dois municípios, acompanhando a linha do trem. Uma reunião virtual foi realizada para discutir a implantação da ciclovia às margens da linha férrea operada pela empresa VLI. O encontro definiu os próximos passos das administrações de ambas as cidades para a viabilização do projeto.

* A necessidade de reter água nos reservatórios das hidrelétricas tem produzido um volume recorde de consumo diário de energia gerada de fontes térmicas. Na semana passada, de cada 100 lâmpadas acesas no Brasil, 32 se alimentavam da queima de gás, óleo diesel, biomassa e carvão, além de fonte nuclear. Na última década, ocorreram apenas três ocasiões em que as térmicas responderam sozinhas por um terço da produção diária de energia.

*A licitação na modalidade concorrência pública do tipo técnica e preço, visando a contratação dos serviços de publicidade, por meio de uma agência de publicidade para divulgação de ações do legislativo, que deveria ter sido realizada no dia 29 de abril, sofreu uma alteração e a abertura do certame licitatório e está marcada para às 10 horas do dia 03 de agosto, mesma data de retorno das sessões ordinárias. O valor antes estimado de contratação que era de R$ 600 mil por 12 meses teve uma redução para R$ 450 mil. As demais condições do edital permaneceram a mesmas. 

Revista One 9

A nova edição da One Weekend

👨‍🍼 Nosso entrevistado é o jovem escritor  Antonio Voorhees. Ele fala sobre o lançamento do seu novo livro “A metade do meu Enzo”. Bora valorizar a literatura local?!

Clique e leia:

Revista ONE 9

 

 

Revista One 9

A nova edição da One Weekend

👨‍🍼 Nosso entrevistado é o jovem escritor  Antonio Voorhees. Ele fala sobre o lançamento do seu novo livro “A metade do meu Enzo”. Bora valorizar a literatura local?!

Clique e leia:

Revista ONE 9